PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Semana da Biodiversidade discutirá preservação do trecho cearense de Mata Atlântica

Live sobre a elaboração e implementação dos Planos Municipais de Conservação da Mata Atlântica no Ceará acontece na sexta, 22

Leonardo Maia
10:45 | 18/05/2020
Ceará é o estado que registrou menor desmatamento do bioma em 2018, segundo dados do Atlas da Mata Atlântica. Foto mostra área da Fundação Mata Atlântica Cearense em Maranguape.
Ceará é o estado que registrou menor desmatamento do bioma em 2018, segundo dados do Atlas da Mata Atlântica. Foto mostra área da Fundação Mata Atlântica Cearense em Maranguape. (Foto: MATEUS DANTAS)

A Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema) promoverá, entre esta segunda-feira, 18, e a próxima sexta-feira, 22, a Semana da Biodiversidade. A iniciativa busca, no contexto da pandemia, discutir medidas para a proteção e conservação da natureza. O destaque da programação é o debate sobre a preservação da Mata Atlântica.

A adoção de medidas de circulação em diferentes países do mundo tem criado um alerta. A humanidade tem acompanhado uma melhora nos indicadores ambientais, como da qualidade do ar e das águas. Em Fortaleza, por exemplo, houve uma diminuição de pelo menos 50% na concentração de ozônio, nos horários entre 6h e 13h, no último dia 9 de abril, de acordo com pesquisadores da Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Para o secretário Artur Bruno, titular da pasta ambiental do Estado, vivemos um momento de reflexão. “O mundo está repensando suas ações. A humanidade não pode continuar no ritmo que esteve nos últimos anos. Isso gera doença, gera epidemias. É preciso um crescimento econômico, mas com a preocupação dos recursos naturais. A humanidade tem que aprender essa lição”, defendeu.

Na sexta-feira, 22, a partir das 10 horas, a Sema transmite live sobre a elaboração e implementação dos Planos Municipais de Conservação da Mata Atlântica no Ceará, estado que registrou menor desmatamento do bioma em 2018. Segundo dados do Atlas da Mata Atlântica, houve queda de 9,3% no desflorestamento, no comparativo com o ano anterior. O índice é o maior entre os 17 estados cobertos pela floresta.

Participarão do debate o ambientalista e diretor de políticas públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, Mario Mantovani; o presidente do Conselho Nacional na Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Cleiton Ferreira Lino, e a gestora ambiental e consultora da Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (Anamma), Mariana Gianiaki. A coordenação será feita pelo secretário Artur Bruno.

Nos demais dias, a Sema publicará em suas redes sociais vídeos e posts sobre Unidades de Conservação (UCs) estaduais e serviços ecossistêmicos. O número de UCs, que corresponde a 25 em âmbito estadual, deve ser expandido para trinta até o fim da gestão do governador Camilo Santana, em 2022, de acordo com Artur Bruno. “Com essas fotos e vídeos que publicaremos, queremos divulgar para a população que a preservação é possível”, disse o secretário.

Serviço

O que: Semana da Biodiversidade da Secretaria de Meio Ambiente do Ceará (Sema)

Quando: entre os dias 18 e 22 de maio

Onde: nas redes sociais da Sema - Facebook e Instagram; e na plataforma Google Meet