PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Pelo menos dez árvores caíram em Fortaleza durante chuvas no último ano

Com a chegada das chuvas o número de árvores caídas aumenta significativamente

Izadora Paula
08:32 | 10/01/2020
Árvore caiu na Parquelândia no dia 8 de janeiro
Árvore caiu na Parquelândia no dia 8 de janeiro (Foto: Via Instagram O POVO)

Fortes chuvas podem trazer consigo transtornos diversos. Em Fortaleza, algumas áreas e localidades já são conhecidos pontos de alagamento; engarrafamentos se formam, quedas de energia também são recorrentes, assim como eventuais problemas em sinais de telefone. Além disso, árvores ou seus galhos podem cair, causando prejuízos e até mesmo acidentes. Desde o dia 11 de dezembro de 2019 até a última quarta-feira, 8, três casos de queda de árvore foram registrados em matérias do O POVO.

Em uma das ocasiões, a queda de uma árvore na avenida Bezerra de Menezes derrubou três postes e atingiu um ônibus durante uma tarde em que não chovia. Entretanto, a árvore teria caído por uma rajada de vento.

Ainda conforme matérias publicadas no O POVO desde janeiro de 2019, pelo menos dez árvores caíram em Fortaleza durante fortes chuvas. Esta lista desconsidera o caso da Bezerra de Menezes, já que a queda não foi diretamente causada por chuva. Relembre os casos:

Dentre os casos noticiados, as datas chamam atenção: as quedas de árvores aconteceram entre fevereiro e maio, voltando a acontecer sete meses depois, em dezembro. Há uma congruência entre os meses das ocorrências e os períodos pré, durante e pós quadra chuvosa no Ceará.

A quem cabe o cuidado com as árvores?

Quando uma árvore cai, a retirada é feita pelo Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE). O POVO procurou a assessoria da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), solicitando informações sobre a quantidade de ocorrências desse tipo atendidas pelo Corpo de Bombeiros durante o ano de 2019. Conforme o órgão, estes dados não podem ser apresentados pois não é possível realizar uma pesquisa tão específica nos registros da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops).

O POVO também procurou a assessoria do Corpo de Bombeiros, que esclareceu que esse corte ou poda só é realizado pela corporação quando caracterizado o risco iminente. Essa avaliação é feita apenas quando uma guarnição é acionada para o local. Dependendo do caso, deve haver até uma avaliação técnica em certos casos. Conforme a assessoria do órgão, é esperado que essas ocorrências aumentem durante o período chuvoso.

O serviço de poda e corte de árvores em Fortaleza é disponibilizado através da Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor). A reportagem procurou a assessoria do órgão, questionando se há um monitoramento da situação das árvores no Município, e se tal trabalho é intensificado durante a quadra chuvosa. A solicitação, enviada por e-mail na tarde de quarta-feira, 8, não foi respondida até o fechamento desta matéria, na noite de quinta, 9.

No site da UrbFor, é explicado o procedimento: "A Poda é realizada para correção, manutenção, limpeza, tratamento de parasitas e desobstrução de sinalização de trânsito. Já o Corte ocorre somente quando há risco de acidentes ou alguma edificação a ser construída no local". Para solicitar poda de árvores, o cidadão deve entrar em contato pela Secretaria Regional do seu bairro, através do telefone 156 ou pelo Fala Fortaleza 0800 285 0880.

Ainda conforme o site, o serviço de corte somente pode ser solicitado na Secretaria Regional, já que depende de avaliação realizada por engenheiro agrônomo e emissão de laudo técnico.