PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

2.439 armas de fogo foram enviadas para destruição no Ceará em 2019

Material bélico é oriundo de apreensões e não é mais necessário aos processos judiciais das comarcas do Ceará, informa o TJCE

20:12 | 12/12/2019
As armas não são mais úteis aos inquéritos policiais  (Foto: Divulgação/TJCE )
As armas não são mais úteis aos inquéritos policiais (Foto: Divulgação/TJCE )

A Assistência Militar do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) encaminhou 325 armas de fogo ao Exército Brasileiro para destruição nessa quarta-feira, 11. Com esse número, em 2019 foram entregues ao todo 2.439 armas de fogo no Ceará.

 

Conforme o TJCE, o material bélico é oriundo de apreensões e não é mais necessário aos processos judiciais das comarcas do Ceará. A medida do Estatuto do Desarmamento contribui para a retirada de circulação de armas que poderiam ser utilizadas em ações criminosas.

Conforme o chefe da Assistência Militar, tenente-coronel Cláuber de Paula, o recolhimento atende a determinação da presidência do TJCE.