PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Justiça dá mais 30 dias para conclusão de inquérito sobre desabamento do Edifício Andréa

Polícia Civil já havia feito o pedido em 14 de novembro. Laudo da Perícia é uma das diligências a serem concluídas

Lucas Barbosa
16:31 | 02/12/2019
ENTORNO de onde ficava o Edifício Andréa
ENTORNO de onde ficava o Edifício Andréa (Foto: FCO FONTENELE)

A Justiça prorrogou por mais 30 dias, contados desde a última sexta-feira, 29, a conclusão do inquérito policial que apura as causas do desabamento do Edifício Andréa. A tragédia que matou nove pessoas e deixou, pelo menos, 14 feridas completou 48 dias nesta segunda-feira, 2.

Conforme O POVO já havia noticiado na última quinta-feira, 28, a Polícia Civil enviou o inquérito à Justiça em 14 de novembro, solicitando mais tempo para a conclusão da investigação. Também na última quinta-feira, 28, o Ministério Público Estadual (MPCE) manifestou-se pela prorrogação do prazo. "O caso é de muita complexidade, restando várias diligências a serem realizadas, tais como perícia no local do sinistro, que consideramos uma das mais importantes", escreveu em parecer a promotora Ana Cláudia de Morais, da 93ª Promotoria de Fortaleza.

A Perícia Forense do Estado (Pefoce), porém, já havia pedido mais 60 dias para término do laudo, em ofício enviado ao Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc), do MPCE, em 5 de novembro. "Tendo em vista a excepcionalidade e complexidade do evento", justifica o supervisor do núcleo responsável pelo laudo. Como O POVO também mostrou na última quinta-feira, 28, o ofício afirmava que ainda seriam realizados procedimentos como análises laboratoriais, simulações e modelagens.