PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Suspeito de participar de fuga em massa de 92 detentos na Paraíba é preso na orla de Fortaleza

Um dos homens mais procurados da PB estaria vivendo na Capital há um ano. Após uma semana de buscas, a PCCE localizou Mendonça vivendo em um kitnet na Praia de Iracema

11:50 | 22/10/2019
O suspeito foi preso na última sexta-feira, 18. As informações foram divulgadas em entrevista coletiva nesta terça-feira, 22.
O suspeito foi preso na última sexta-feira, 18. As informações foram divulgadas em entrevista coletiva nesta terça-feira, 22. (Foto: Marcela Tosi/Especial para O POVO)

Um dos homens mais procurados na Paraíba foi preso na orla de Fortaleza. Segundo a Polícia Civil do Ceará (PCCE) a ação aconteceu na última sexta-feira, 18; entretanto, a informação foi divulgada somente nesta terça-feira, 22. Gerliano Faustino Mascena Mendonça estava foragido desde setembro de 2018, quando 92 detentos fugiram da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes, o PB1, em João Pessoa.

Após uma semana de buscas, a PCCE localizou Mendonça vivendo em um kitnet na Praia de Iracema. O homem foi preso em flagrante por uso de documentos falsos e permanece detido por este crime além dos que era acusado anteriormente: roubo a bancos e porte ilegal de arma de fogo.

As investigações indicam que ele chegou em Fortaleza em outubro de 2018 e desde então vivia sem qualquer articulação criminosa. Mendonça confessou ter pago cerca de R$ 1 mil por documentos de identificação falsos com os quais conseguiu abrir conta bancária e obter carteira de habilitação.

Em depoimento, afirmou ainda que vivia na Capital com dinheiro obtido pela venda de imóveis que possuía na Paraíba. Com ele, foi apreendido um celular.

Na ação, coordenada pela Delegacia de Combate às Organizações Criminosas (Draco) com informações da Polícia da Paraíba enviados à Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), o suspeito não ofereceu resistência à abordagem e foi encaminhado para a Delegacia de Capturas. As diligências seguem em andamento para averiguar se outros fugitivos do PB1 estão na Capital.