PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Maior apreensão de produtos piratas da história dos aeroportos cearenses é discutida por jornalistas

Avaliada em R$ 13,9 milhões, a carga de calçados e acessórios para celulares está retida no terminal do Aeroporto de Fortaleza

22:33 | 08/10/2019
A carga de calçados esportivos e acessórios para celulares foi apreendida em maio e continua retida no terminal de cargas da Receita Federal, no Aeroporto Pinto Martins. O importador trouxe as nove toneladas de Hong Kong, na China
A carga de calçados esportivos e acessórios para celulares foi apreendida em maio e continua retida no terminal de cargas da Receita Federal, no Aeroporto Pinto Martins. O importador trouxe as nove toneladas de Hong Kong, na China(Foto: Fabio Lima/Fabio Lima)

Mais de 9,1 toneladas de produtos piratas desembarcaram no Aeroporto de Fortaleza. Foram duas remessas contratadas por um único importador, que chegaram em maio deste ano. A carga está avaliada em R$ 13,9 milhões e dividida entre calçados esportivos e acessórios para celulares. É a maior apreensão no Ceará de mercadorias piratas despachadas por via aérea. Também é a manchete exclusiva do Jornal O POVO desta terça-feira, 8.

Neste episódio do Recorte, o podcast analítico do O POVO, os jornalistas Ítalo Coriolano e Maísa Vasconcelos recebem o repórter Cláudio Ribeiro, que assina a matéria exclusiva.

Listen to "#162 - Maior apreensão de produtos piratas da história dos aeroportos cearenses" on Spreaker.

Com episódios de segunda a sexta, o Recorte traz informações sobre assuntos relevantes de cada dia para os ouvintes, com participação de repórteres e editores da Casa. Costuma ser apresentado pelos jornalistas Maisa Vasconcelos e Ítalo Coriolano.

Para ouvir, basta acessar as principais plataformas de streaming de áudio, como Spotify, Deezer, Spreaker e agregadores de podcasts no Android e iOS.

Disponível em outras plataformas RSS feed

Assine o podcast no iTunes (e avalia a gente)

Segue a gente no Spotify

Segue a gente no Deezer