PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Governo deve investir 100 milhões em novo sistema para combater organizações criminosas

Após os recentes ataques, há uma mobilização para a instalação de um novo sistema de comunicação que custa em média R$ 110 milhões

11:53 | 05/10/2019

O sistema de radiocomunicação no Ceará está precário e o Governo do Estado pediu 200 equipamentos de rádio para o Ministério da Justiça. A informação foi obtida pelo O POVO Online. Após os recentes ataques, há uma mobilização para a instalação de um novo sistema de comunicação que custa em média R$ 110 milhões. Uma economia de R$ 200 milhões em relação ao que seria gasto se o sistema atual fosse operacionalizado em todo o Ceará.  

O POVO Online apurou que, desde o começo do ano, os profissionais de segurança criticavam a dificuldade para se comunicar. E em uma pesquisa interna, mais de 90% dos profissionais estavam insatisfeitos com o sistema atual. No Interior, por exemplo, o sistema de comunicação tem sido feito por redes sociais, pois o atual não funciona.

Desde janeiro existia uma ata de registro de preço para contratar um novo sistema de comunicação. No entanto, o contrato ainda não foi assinado pelo secretário da Segurança, André Costa. É um contato de prestação de serviço que gera uma economia de aproximadamente R$ 200 milhões. A consultoria contratada afirmou que o Estado gastaria mais de R$ 300 milhões somente para deixar o sistema operante, então, a contratação do outro sistema, chamado Tetra, seria econômico.

O sistema Tetra é utilizado pela Polícia Rodoviária Federal em 87% da fronteira brasileira. A previsão, conforme O POVO Online apurou, é que o sistema novo de radiocomunicação esteja funcionando nos primeiros meses de janeiro de 2020 na Capital e no meio do ano, no Interior do Ceará.

Para a fonte ouvida pelo O POVO Online, a radiocomunicação é a "espinha dorsal" das operações. "Se o policial não consegue se comunicar com a tropa não tem como coordenar as ações do crime", afirma.

O POVO Online solicitou informações a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) sobre a solicitação de rádios ao Ministério da Justiça e a instalação do novo sistema de radiocomunicação mas não obteve resposta. 

Em maio último, O POVO Online mostrou a denúncia dos profissionais da segurança em relação às falhas no sistema de radiocomunicação. A denúncia era de que os policiais estavam utilizando WhatsApp e Zello para comunicação.

Criminosos estão utilizando comunicação por satélite

O POVO Online apurou que os criminosos investiram em comunicação por satélite, na tentativa de não serem rastreados. Eles aderiram as redes sociais, como WhatsApp e o Zello, também no intuito de burlar as interceptações telefônicas.

Em junho de 2019, a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) desarticulou um grupo criminoso especializado em arrombamento de caixa eletrônicos, os assaltantes faziam todo a comunicação por meio de rádio comunicadores.

Em reportagem do dia 26 de agosto, O POVO Online listou tecnologias utilizadas pelo crime. Entre os materiais, o uso de drones.