PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Inverno 2020: Prefeitura apresenta operação contra mosquito Aedes aegypti

As atividades da operação antecedem a quadra chuvosa, buscando prevenir e sensibilizar a população sobre os cuidados contra o mosquito, dificultado a proliferação do transmissor das doenças

16:14 | 26/09/2019
As ações serão intensificadas de outubro a dezembro deste ano, buscando prevenir a proliferação do mosquito Aedes Aegypti
As ações serão intensificadas de outubro a dezembro deste ano, buscando prevenir a proliferação do mosquito Aedes Aegypti (Foto: Divulgação/Prefeitura de Fortaleza)

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), apresentou as estratégias que serão adotadas na Operação Inverno 2020, que busca enfrentar a infestação das arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, entre elas a dengue, a zika e a chikungunya.

As atividades da operação antecedem a quadra chuvosa, com o objetivo de prevenir e sensibilizar a população sobre os cuidados contra o mosquito, dificultado a proliferação do transmissor das doenças. Segundo Nélio Morais, vigilante em saúde da SMS, a operação é realizada desde 2015 e envolve mutirões municipais. "Nós vamos realizar (a operação) em bairros como Bom Jardim, Centro, Jangurussu. São de 800 a 1.000 pessoas envolvidas”, explica.

Paralelamente a essas ações, Nélio informou que a SMS realiza eventos em escolas, com o mesmo objetivo de conscientizar os alunos. "Como parte da operação, a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos faz remoção de dejetos da rua que possam facilitar a proliferação do mosquito, como pneus", relata o vigilante. Segundo ele, são coletadas cerca 900 toneladas de pneus todos os anos.

A operação Inverno 2020 conta com outros desdobramentos, com outras operações em menor escalas incluídas no mesmo objetivo. "Tem a Operação Quintal Limpo, em que eles selecionaram 30 bairros mais vulneráveis e vão fazer ações lá, como entregar sacos plásticos pra população. A outra é essa de fazer remoção e limpeza em locais que facilitam a proliferação do mosquito", esclarece Noélio.

Conforme a Prefeitura, as ações serão intensificadas no período de outubro a dezembro deste ano, envolvendo também a Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), além de entidades não governamentais. Durante a operação, os profissionais realizam inspeções e monitoramento de pontos estratégicos, visitas domiciliares, bloqueios dos casos notificados, exposições educativas, entre outras estratégias.

Com informações de Gabriela Feitosa/Especial para O POVO