PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Passageiro é executado dentro de carro de aplicativo; dois suspeitos são presos

Dois homens em uma moto se aproximaram do carro parado e dispararam. Investigações apontaram que mulher detida manteve conversas frequentes com a vítima e seria a responsável por atraí-lo até o local onde foi morto

13:16 | 20/09/2019

Duas prisões foram realizadas na madrugada desta sexta-feira, 20, no bairro Padre Andrade. Entre as pessoas capturadas está uma mulher identificada como Camila Branco Dutra, 18, suspeita de envolvimento em um homicídio ocorrido na noite dessa quinta-feira, 19, no bairro Presidente Kennedy.

Na noite dessa quinta-feira, João Pedro Calixto Santos,16,  foi assassinado enquanto estava no banco do passageiro de um carro de transporte por aplicativo que estava parado em um trecho da rua Antônio Lafayete. Dois homens se aproximaram em uma moto e o garupeiro sacou uma arma, efetuando disparos.

Após o crime, os infratores fugiram. A vítima ainda foi socorrida e levada ao Hospital Doutor Evandro Ayres Moura, o Frotinha do Antônio Bezerra, mas não resistiu aos ferimentos.

Investigações do homicídio

Equipe da Polícia Civil do Ceará esteve no local do homicídio, onde apurou informações relacionadas a possível autoria da ação criminosa e começou as buscas. Os agentes seguiram até uma casa no bairro Padre Andrade, onde estavam Camila e Nicollas Roberland Magalhães Costa, 18. O casal foi detido e dois aparelhos celulares foram apreendidos.

Investigações apontaram que Camila manteve conversas frequentes com João Pedro Calixto durante os últimos dias e que ela seria a responsável por atraí-lo até o local onde foi morto. Ela e Nicollas também são suspeitos de envolvimento em ações criminosas em regiões adjacentes.

O casal foi levado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde a mulher foi autuada em flagrante por homicídio e associação criminosa. Já o jovem foi autuado por associação criminosa.

Equipes da 6ª Delegacia do DHPP continuam em investigações com o objetivo de identificar e prender os responsáveis pelos disparos contra a vítima.

Com informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social