PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

97,03% da frota de transporte público de Fortaleza possui acessibilidade, segundo Etufor

O cartão de gratuidade para pessoas com deficiência chega a 25 mil pessoas. Etufor realizou, nesta sexta, 20, homenagem aos usuários do documento em alusão ao Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência

00:00 | 20/09/2019
Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência
Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência(Foto: Divulgação/Etufor)

Segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), 97,03% da frota de transporte público de Fortaleza tem acessibilidade para pessoas com dificuldade de mobilidade e cadeirantes. Sábado, 21, é o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência.

O número de ônibus e vans adaptados chega a 2.059 ônibus. Eles possuem elevador e facilitam o acesso aos transportes públicos. A Etufor fiscaliza o funcionamento dos elevadores nos terminais. E, para facilitar o embarque e desembarque de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, foram regulamentados os procedimentos recentemente, tanto nos veículos quanto nos terminais. Para eventuais irregularidades no funcionamento das plataformas elevatórias desses veículos ou atitudes que prejudiquem o uso do sistema por parte de pessoas com deficiência, os usuários devem registrar suas reclamações por meio da central 156.

Cerca de 25 mil usuários do transporte público de Fortaleza também possuem o cartão da gratuidade concedido a pessoas com deficiência. Entre os beneficiados com o cartão, a maior quantidade é para pessoas com deficiência mental/intelectual (12.161), seguido de deficiência física (7.361), visual (1.986), auditiva (2.139) e múltipla (1.532). Os usuários podem utilizar o cartão com direito a acompanhante, caso a presença do mesmo seja imprescindível. Hoje, sete em cada dez beneficiários utilizam a gratuidade com direito a acompanhante.

Para ter direito ao cartão, os usuários devem obedecer aos seguintes critérios: residir em Fortaleza, comprovar o tipo de deficiência por meio de laudo médico padrão emitido pela Rede Pública de Saúde Municipal, Estadual, Federal ou pela rede conveniada ao SUS, estar fora do mercado formal de trabalho e atender a um dos seguintes critérios socioeconômicos: receber o Benefício da Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica de Assistência Social (Loas); fazer parte de família beneficiária do programa Bolsa Família, estar inscrito no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal ou dispor de renda per capita familiar de até um salário mínimo.

Para solicitar, é necessário se dirigir à sede Etufor ou a um dos postos da empresa nas unidades do shopping Riomar e Aldeota ou à Unidade Móvel do órgão ou solicitar por meio de responsável legal para verificar se atende aos pré-requisitos para ser contemplado. Os possíveis beneficiários devem procurar a Diretoria de Acessibilidade, Sustentabilidade e Inclusão Social (Diasis). Ele é o responsável pelo processo de inscrição, avaliação do requerimento, cadastro de beneficiários, expedição e entrega dos cartões, além da revalidação do benefício.

O cartão da gratuidade tem validade de um ano. Após este período, o usuário deve se dirigir à Etufor para fazer a revalidação com os documentos atualizados que comprovem a condição da pessoa com deficiência (laudo médico padrão) e o perfil socioeconômico atualizado.