PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Com menos de 700 ônibus recebendo dinheiro, passageiros buscam se adaptar ao autoatendimento

Sindiônibus lança mais um cartão eletrônico para facilitar o pagamento das passagens nos coletivos que operam com autoatendimento

16:47 | 19/09/2019
90% das passagens são pagas de forma eletrônica, de acordo com o Sindiônibus
90% das passagens são pagas de forma eletrônica, de acordo com o Sindiônibus(Foto: Mauri Melo/Mauri Melo)

Desde outubro de 2018, quem utiliza o transporte público de Fortaleza teve de se adaptar à crescente adesão das linhas de ônibus ao serviço de autoatendimento. Apenas 689 coletivos da frota inteira da Capital ainda recebem o pagamento da passagem em dinheiro. Isso corresponde a 39,7% do número total de ônibus. De acordo com dados do Sindiônibus, nos últimos três meses 130 mil Bilhetes Únicos (BU) foram emitidos. Pelo menos 90% dos passageiros já utiliza o sistema de crédito eletrônico.

A estudante Natácia Magalhães foi até o ponto de cadastro na Praça Coração de Jesus, nesta quinta-feira, 19, fazer o seu Bilhete Único. Para ela, se tornou necessário obter o cartão eletrônico, já que a maior parte da frota não aceita mais pagamentos em dinheiro. “Esperava demais para conseguir pegar o ônibus”, diz. Natácia achou o cadastro rápido e adquiriu o BU na mesma hora. Desde julho, é possível fazer o cartão e recebê-lo em poucos minutos.

Sindiônibus lança mais formas de recarregar cartões eletrônicos. Aplicativo Meu Ônibus recebe pagamentos em débito e crédito.
Sindiônibus lança mais formas de recarregar cartões eletrônicos. Aplicativo Meu Ônibus recebe pagamentos em débito e crédito. (Foto: Mauri Melo)

Mesmo utilizando o Vale-Transporte da empresa em que trabalha e tendo o cartão do Bilhete Único, Francisca Girão explica que já precisou esperar mais de meia hora em uma parada de ônibus quando os créditos acabaram. Ela decidiu pedir para outra pessoa ceder uma passagem e, assim, conseguiu pegar o coletivo. Como forma de diminuir esse transtorno, foi lançada a função de carregar os cartões eletrônicos pelo aplicativo Meu Ônibus. Diversos pontos de recarga também foram espalhados pela cidade.

Cartões "pré-pagos" podem ser adquiridos sem cadastro
Cartões "pré-pagos" podem ser adquiridos sem cadastro (Foto: Mauri Melo)

Além do Bilhete Único, carteirinha de estudante e Vale-Transporte, existem outros cartões que podem ser utilizados para pagar a passagem nos ônibus de Fortaleza. O Vale-Transporte Avulso pode ser comprado por R$ 4 em qualquer terminal, shoppings,entre outros pontos. Ele pode ser recarregado e não precisa de cadastro. A partir de 1º de outubro, o Cartão Transporte Expresso poderá ser comprado diretamente com os motoristas dos ônibus que operam com autoatendimento. Ele deve ser usado emergencialmente, caso o passageiro não tenha como pagar a passagem de forma eletrônica.

Jonas Freitas, motorista da linha 603 - Jardim União/Centro, não sabia da implantação do novo cartão, que terá de ser vendido por ele. “Mais trabalho. Eu tenho que olhara para a frente, não para a catraca”, reclama. Os ônibus que dirige funcionam com o autoatendimento desde fevereiro. Para ele, o trabalho está mais complicado, já que deve prestar atenção na demanda dos passageiros e no trânsito. “Mas temos que abraçar [a mudança]. Se não abraçar é demitido mesmo”.

LEIA TAMBÉM | 29% dos cobradores de ônibus da Capital foram demitidos em 10 meses