PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Após suposta ameaça, PM aumenta segurança em UPA durante atendimento de traficante baleado

Lindemberg do Nascimento Silva, de 29 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu na UPA

21:56 | 12/09/2019
Fachada da UPA do Canindezinho
Fachada da UPA do Canindezinho(Foto: Evilázio Bezerra em 23-04-2013:)

Atualizada em 13/9/2019, às 10h33min, para acréscimo de nota da SSPDS

A Polícia Militar aumentou nesta quinta-feira, 12, a segurança no entorno da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Canindezinho, em Fortaleza, durante o atendimento a um traficante baleado. O POVO Online apurou que testemunhas afirmaram que havia a possibilidade de os criminosos invadirem o local para "terminar" a execução.

Lindemberg do Nascimento Silva, de 29 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu na UPA.

Conforme O POVO Online apurou, a possibilidade de invasão foi levantada por familiares da vítima, que socorreram o traficante. Uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada para a unidade de saúde. 

Em nota enviada nesta sexta-feira, 13, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) diz, porém, que não houve registro da suposta ocorrência sobre a ação criminosa. "Composições da Polícia Militar do Ceará (PMCE) foram acionadas, uma vez que chegou a informação para as equipes que um homem baleado havia sido socorrido para o local. Como procedimento de praxe nesses casos, a PM é acionada para colher as primeiras informações", conclui a nota.

Conforme uma fonte da Polícia Civil, Lindemberg era envolvido com o tráfico de drogas no Parque Vitória. Ele estava em guerra com outro traficante conhecido por Pit Bull, que, por sua vez, já havia assassinado o cunhado do Lindemberg e nesta quinta os criminosos encontraram Lindemberg e o atacaram. 

Após ele ter sido baleado e encaminhado à UPA, o 19º Distrito Policial (DP) e a Polícia Militar foram ao local. Lindemberg responde na Justiça por tráfico de drogas.