PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Iniciada a demolição do antigo Centro de Convenções; veja fotos e vídeos

Todos os resíduos sólidos da demolição devem ser reaproveitados

22:22 | 09/09/2019
(Foto: Deísa Garcêz/Especial para O POVO)

Responsável por reunir parte da cultura do Estado durante anos, o antigo Centro de Convenções do Ceará começou a ser demolido na última sexta-feira, 6. Toda a derrubada da estrutura deve acontecer até 15 dezembro. Resíduos sólidos da estrutura devem ser totalmente aproveitados.

Na tarde desta segunda-feira, 9, O POVO Online esteve presente no local para verificar os trabalhos realizados. O operador de máquina Francisco Holanda contou que é utilizada uma técnica especial para a quebra do concreto e para a separação do ferro.

Clique na imagem para abrir a galeria

“Tentamos não amassar muito as estruturas metálicas porque depois vamos reaproveitá-las. Não jogamos nada fora”, disse. Após demonstrar a demolição de parte do prédio com uma retroescavadeira adaptada com mordedor hidráulico, ele explica que a demolição sempre começa pelas estruturas menores para então chegar nas maiores.

Há 12 anos trabalhando com a demolição de estruturas, Holanda exemplifica o uso da máquina, cuja potência varia de três a cinco toneladas. “Não faço força alguma, é como controlar um vídeo game”, brinca.

Reutilização

Administrada pela Fundação Edson Queiroz, a demolição do antigo Centro de Convenções deve acontecer de forma sustentável. A pretensão é permitir o reaproveitamento de 100% dos resíduos sólidos para a construção de um novo estacionamento. Engenheiro civil responsável pela elaboração do plano de gerenciamento de resíduos, Mansour Daher Elias destaca o aspecto pedagógico da demolição.

“É possível aproveitar essa oportunidade para que estudantes possam aprender de forma prática e in loco a importância do reaproveitamento de resíduos sólidos”, enfatiza.

O local deverá dar lugar também ao moderno complexo de arte e cultura, composto por museu, teatro, auditórios e salas multifuncionais. Ao todo, 10 mil metros³ devem ser gerados de resíduos a partir da demolição do antigo Centro de Convenções, cuja área total é de 14 mil metros².