PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Hospedados em flat na Beira Mar, suspeitos de aplicar golpe do "cartão cortado" são presos

Os infratores, um paulista e um baiano, foram apreendidos por equipes do 2º Distrito Policial (DP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) nessa terça-feira, 13

18:13 | 14/08/2019
Com eles foram encontrados sete máquinas de cartão de crédito, dois aparelhos celulares, cartões de crédito de bandeiras variadas, cartões magnéticos e outros documentos
Com eles foram encontrados sete máquinas de cartão de crédito, dois aparelhos celulares, cartões de crédito de bandeiras variadas, cartões magnéticos e outros documentos(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Dois homens foram presos em flagrante nessa terça-feira, 13, suspeitos de envolvimento em crimes de estelionato. Os infratores, um paulista e um baiano, foram apreendidos por equipes do 2º Distrito Policial (DP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). O golpe aplicado por eles é conhecido como "cartão cortado" e era aplicado principalmente em idosos.

De acordo com as informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os dois vieram de São Paulo e estavam em Fortaleza desde o último fim de semana, hospedados em um flat na avenida Beira Mar, no bairro Praia de Iracema. Com eles, foram apreendidas máquinas de cartão de crédito, aparelhos de celulares, cartões e outros documentos. Elinaldo Silva de Jesus, de 31 anos, natural de Itagi, Bahia, e Júlio César Michelan, de 27 anos, natural de São Paulo, foram levados para o 2º DP, onde foi instaurado inquérito referente à prática de estelionato.

As prisões ocorreram a partir de uma denúncia feita por uma das vítimas da dupla. Conforme a SSPDS, a vítima informou que estava ao telefone com um homem e que ele havia se identificado como funcionário de um banco, informando durante a ligação que tinha registrado uma compra em um alto valor em um supermercado. Durante o ligação, o suspeito induzia sua vítima a incluir informações de sua conta e também a senha numérica de seu cartão. O indivíduo disse ainda que a mulher precisava cancelar o cartão e que, para o procedimento ser concluído, ela precisava cortar o documento e entregar-lhe em um envelope.

De posse das informações necessárias para realizar a abordagem, os policiais seguiram até o local marcado pelo suspeito, onde ele deveria pegar o cartão da vítima. Na tarde de terça, 13, um homem chegou em um veículo ao local programado e se identificou na portaria, dizendo o que iria fazer no local. Neste momento, os agentes de segurança o abordaram. Este primeiro apreendido era Elinaldo Silva, da Bahia.

Dando continuidade a ação, os policiais do 2º DP seguiram até um flat situado na avenida Beira Mar, local onde encontraram o segundo suspeito da prática criminosa, identificado como Júlio César, natural de São Paulo. No apartamento onde os dois estavam hospedados desde a sexta-feira, 9, os agentes encontraram sete máquinas de cartão de crédito, dois aparelhos celulares, cartões de crédito de bandeiras variadas, cartões magnéticos e outros documentos.

Ao serem encaminhados para a delegacia após receber voz de prisão, foi constatado que Elinaldo tinha antecedentes criminais em São Paulo por porte ilegal de arma. Com base no que foi encontrado e nos depoimentos da vítima, os dois foram autuados em flagrante por tentativa de estelionato e associação criminosa. A Polícia Civil mantém o trabalho de investigação, agora com o objetivo de identificar outras vítimas e também outros possíveis participantes da prática criminosa.

Denúncia

A Polícia Civil ressalta que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS); ou para o (85) 3101-1344, do 2º Distrito Policial (DP). O sigilo e o anonimato são garantidos.