PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Seis suspeitos são detidos por tráfico de drogas na Praia da Leste-Oeste

A abordagem foi feita por meio de ciclopatrulhamento; um dos suspeitos tentou fugir para o mar, mas foi interceptado

08:58 | 06/08/2019
O caso aconteceu na manhã do último sábado, 3, no bairro Moura Brasil.
O caso aconteceu na manhã do último sábado, 3, no bairro Moura Brasil.(Foto: Divulgação/SSPDS)

Seis pessoas - cinco adultos e um adolescente - foram detidas por suspeita de tráfico de drogas em um trecho da Praia da Leste-Oeste, no bairro Moura Brasil, em Fortaleza. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), foram apreendidas, na manhã do último sábado, 3, mais de 350 trouxinhas de maconha, 11 gramas de crack e um revólver calibre 38.

A abordagem foi feita por meio de ciclopatrulhamento da Polícia Militar após uma denúncia de tráfico no local. Ao chegar, os policiais se depararam com o grupo de seis indivíduos sentados e embalando drogas. Um deles tentou fugir em direção ao mar, mas foi interceptado.

Também foram encontrados com os suspeitos duas facas, duas chaves de veículo, documento de uma motocicleta, várias embalagens plásticas, celulares, caderno de anotações, uma quantia em dinheiro e um rádio comunicador. Os adultos não possuíam antecedentes criminais e foram autuados por tráfico e associação para tráfico de drogas, além de ter aumento de pena por envolver um adolescente e por porte ilegal de arma de fogo.

Já o adolescente, que já acumula duas passagens por tráfico de drogas, foi lavrado um ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. O caso será transferido para o 34º Distrito Policial, que dará continuidade às investigações para identificar outras pessoas suspeitas de participarem da prática ilegal.

Denúncias

A população pode colaborar com as investigações repassando informações que possam levar à identificação e localização de suspeitos de crimes na região do bairro Moura Brasil. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou para o número (85) 3101-4926, do 34º DP. O sigilo e o anonimato são garantidos.