PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Vítimas de violência doméstica participam de curso de capacitação na Casa da Mulher Brasileira

O projeto visa oferecer, além de qualificação, a possibilidade de inseri-las no mercado de trabalho

18:00 | 10/07/2019
Capacitação e independência financeira dão nova vida a mulheres que sofreram violência doméstica.
Capacitação e independência financeira dão nova vida a mulheres que sofreram violência doméstica. (Foto: Tatiana Fortes)

A Casa da Mulher Brasileira (CMB) realizou nesta quarta-feira, 10, a entrega da certificação do curso de auxiliar administrativo que capacitou a primeira turma de 28 mulheres que são atendidas pelo equipamento. O projeto visa oferecer, além de qualificação, a possibilidade de inseri-las no mercado de trabalho. 

O curso faz parte de projetos que são desenvolvidos pela Secretária da Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). Além disso, cada mulher atendida pelo equipamento também pode ser encaminhada para realizar atividades oferecidas por outros órgãos, como os Centros de Inclusão Tecnológica e Social (CITS) e a Escola de Vida Sabor e Arte (Evisa). São ofertados cursos como Empreendedorismo, Corte e Costura, Cabeleireiro, Design de Sobrancelhas, Informática Avançada, Atendente de Farmácia, Inglês, Salgadeira/Auxiliar de Cozinha, Cozinha saudável, Lancheteria e Manicure

Segundo Daniele Cordeiro, coordenadora do setor de promoção da autonomia econômica, a formação da primeira turma de mulheres atendidas pela CMB é uma vitória social. "Elas se sentem mais seguras, mais acolhidas, se sentem em casa”, conta. Além disso, o curso possibilitará que cada uma possa ser novamente inserida no mercado de trabalho.

Casa da Mulher Brasileira

A CMB é um equipamento da SPS que atua com rede de proteção e atendimento humanizado às mulheres que foram vítimas de violência. Em um ano de funcionamento, a Casa realizou 22.409 atendimentos, entre primeiro acolhimento e retorno. A média em um ano é de 62 atendimentos por dia.

Jullie Vieira