PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Projeto Viva o Parque arrecada doações para o abrigo São Lázaro neste domingo, 30

O Abrigo São Lázaro havia anunciado, no último dia 21 deste mês, que passa por dificuldades. A tenda ficará no Parque do Cocó no último domingo de cada mês e a equipe recolherá as doações entre 8 e 12 horas

13:12 | 28/06/2019
Abrigo de animais São Lázaro precisa de doação
Abrigo de animais São Lázaro precisa de doação (Foto: Deivyson Teixeira)

Neste domingo, 30, o projeto Viva o Parque, no Cocó, desenvolvido pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema), promove arrecadação de alimentos e produtos de higiene para o abrigo São Lázaro. A iniciativa é uma das medidas do convênio do Estado com o abrigo, que anunciou passar por dificuldades na última semana. Uma tenda será colocada no local e a equipe receberá as doações entre entre 8h e meio-dia.

“É nossa intenção estreitar os laços com o abrigo, com o qual já temos acordo de cooperação técnica”, explica Artur Bruno, secretário do Meio Ambiente do Ceará. Ele ainda explica que a tenda funcionará sempre no último domingo de cada mês. No convênio firmado com o lar, um funcionário foi cedido para ajudar na manutenção do espaço e as campanhas de arrecadação passam a ser regulares. Em entrevista ao O POVO Online, a diretora do abrigo São Lázaro, Rosane Dantas, contou que a alimentação estava insuficiente para os quase mil animais abrigados e a dívida com a clínica veterinária chegava aos R$ 30 mil.

Para fazer as doações, basta chegar à tenda que ficará no Parque do Cocó. Ração, produtos de higiene, materiais de limpeza - tudo será bem recebido pelo abrigo. O Projeto Viva o Parque é uma iniciativa da Sema que propicia à população a oportunidade de reaproximar-se da natureza através de atividades de educação ambiental, práticas esportivas, lazer e recreação, realizadas em áreas de Unidades de Conservação Estaduais.

O projeto é realizado todas as manhãs de domingo e conta com uma programação diversificada para todas as idades: oficinas ambientais, aulas de dança, palestras, contação de histórias infantis, brincadeiras tradicionais, trilhas ecológicas, massagem, apresentações culturais, entre outras. Além do Cocó, o projeto funciona também no Parque Estadual Botânico e será inaugurado neste domingo (30/6) no Ceará-Maranguapinho e na Floresta do Curió.

Redação O POVO Online