PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Modelo de barragem anunciado por Roberto Cláudio para Fortaleza não conteve alagamentos em SP e RJ

Segundo informações da Jovem Pan, diversos pontos da cidade paulistana foram alagados por causa das chuvas dos últimos dias 10 e 11, no estado

21:39 | 22/04/2019
A avenida Heráclito Graças alagada pela água que, em dias de chuva, deveria ser conduzida pelo riacho Pajeú. Dos 4.714 metros de extensão, 3.360 correm pelo subterrâneo, causando as inundações
A avenida Heráclito Graças alagada pela água que, em dias de chuva, deveria ser conduzida pelo riacho Pajeú. Dos 4.714 metros de extensão, 3.360 correm pelo subterrâneo, causando as inundações (Foto: Fábio Lima/O POVO)

O modelo de barragem proposto pelo prefeito Roberto Cláudio para reduzir os alagamentos na avenida Heráclito Graça, em Fortaleza, não foi eficiente em São Bernardo do Campo (SP) e no Rio de Janeiro.

Na manhã desta segunda-feira, 22, o prefeito Roberto Cláudio anunciou que pretende construir uma barragem em terreno próximo à avenida, que historicamente alaga em Fortaleza.

+ Por que Fortaleza alaga tão rápido? Ouça o podcast Recorte

Em São Bernardo do Campo, o modelo de contenção não funcionou. Pelo menos três "piscinões", como são chamados, estão instalados pela Cidade. Segundo informações da Jovem Pan, diversos pontos foram alagados por causa das chuvas dos últimos dias 10 e 11 de abril. À ocasião, até o próprio prefeito, Orlando Morando (PSDB), disse que não havia "rio, piscinão e drenagem que dê conta de um volume de água como esse”.

No Rio de Janeiro, o problema é o mesmo. Há barragens na Praça da Bandeira e em Niterói. Mesmo assim, as chuvas provocaram enchentes.

O projeto

Os piscinões do modelo de São Paulo vêm junto ao reconhecimento dos motivos pelos quais a Cidade cresceu em áreas por onde passam braços de reservatório de água, que somado à ocupação irregular e ao acumulo de lixo, acaba criando os alagamentos.

Em Fortaleza, a construção ainda não tem data para começar.

"Ali na Heráclito Graça passava o riacho Pajeú, foi impermeabilizado e tudo, mas não tem erro, choveu, o riacho aflora", explicou o prefeito, ao justificar o projeto. "A bacia de contenção vai ao menos diminuir o sofrimento. Não vai resolver porque é um riacho, mas é uma barragem que vai acumular essa água enquanto chove para evitar que em qualquer chuva o rio suba de novo", anunciou o prefeito.

A avenida Heráclito Graça é um dos pontos da Capital que normalmente representam transtorno para a população em dias chuvosos. A água acumulada em trechos da via costuma invadir carros, lojas e casas da região. Roberto Cláudio não informou em que local da avenida será construído o piscinão.

Redação O POVO Online