PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Igreja Universal realiza projeto de apoio a agentes de segurança no Ceará

Intitulado Universal nas Forças Policiais (UFP), o projeto é executado em todo o Brasil e em outros países

20:02 | 19/04/2019
Policiais escutam as pregações nos quartéis
Policiais escutam as pregações nos quartéis (Foto: Reprodução/Instagram )

Um projeto de apoio idealizado pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) tem como alvo agentes de segurança do Ceará. O projeto, intitulado Universal nas Forças Policiais (UFP), é executado em todo o Brasil e em outros países. As ações abrangem guardas municipais, Exército Brasileiro e agentes penitenciários. De acordo com o panfleto da UFP, a missão é proclamar a pregação e a defesa de ensinamentos da bíblia sagrada para as forças de segurança pública, forças armadas e órgãos governamentais. Os valores seriam orientados por princípios bíblicos e a igreja busca se tornar referência mundial em assistência espiritual e social aos profissionais da segurança.

Há oito meses, o pastor Leonardo Santos, que é responsável pela ação no Estado, visita as unidades policiais. As reuniões são realizadas, inicialmente, com os comandos e secretarias responsáveis. Já aconteceram visitas em Itapajé, Itapipoca, Juazeiro do Norte e Canindé. Também foram registradas encontros no próprio comando geral da Polícia Militar do Estado do Ceará, na sede do Corpo de Bombeiros e batalhões de policiamento ambiental, Cavalaria, Batalhão de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio).

Segundo o pastor Leonardo, o projeto busca fazer o bem aos agentes de segurança e forças armadas. "É um projeto que tem o objetivo de prestar assistência social e espiritual", relata. "A gente coloca o projeto à disposição deles e oferece telefone, WhatsApp, depois deixa uma mensagem de fé, de ânimo, mensagens com orações e estendemos o atendimento independente de religião. A gente não leva uma placa da igreja, a gente leva uma palavra de força e atenção espiritual", ressalta.

Para o pastor, o projeto busca valorizar os profissionais. "Não é uma igreja. É uma ação social espiritual", diz. A UFP tem realizado doações a famílias de policiais que perderam os agentes e também apoia ações organizadas pelos agentes de segurança, como uma criada pelos policiais para ajudar pessoas desabrigadas. Uma das últimas obteve a marca de meia tonelada de alimentos. 

Jéssika Sisnando