PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Açude Castanhão, condenação de desembargador cearense e declarações de Bolsonaro sobre cargo de presidente são destaques da semana

Confira as notícias que foram destaques nessa semana do O POVO Online

15:31 | 13/04/2019
O açude Castanhão é o maior e mais importante reservatório do Ceará
O açude Castanhão é o maior e mais importante reservatório do Ceará(Foto: Julio Caesar/O POVO)

O açude Castanhão foi o que recebeu maior aporte no domingo, 7. Ele é responsável por abastecer a Capital e a Região Metropolitana. Dados do Portal Hidrológico, mostram que o reservatório, localizado na cidade de Alto Santo, passou de um volume de 289,61 hm³ no sábado, para 297,24 hm³ no domingo.

Carlos Rodrigues Feitosa, desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), foi condenado a 13 anos, oito meses e 20 dias de reclusão em regime fechado, pelo crime de corrupção passiva. A decisão da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi dada na segunda-feira, 8, com relatoria do ministro Herman Benjamin, pela operação “Expresso 150”.

Jair Bolsonaro disse que não nasceu para ocupar o cargo de presidente ao programa “Pingo nos is” da Jovem Pan, na segunda-feira, 8. “Eu não nasci para isso, quem nasceu tá preso ou tá estocando vento”, afirmou. Essa não foi a primeira vez que Bolsonaro deu declarações do tipo.

Confira o que foi destaque no O POVO Online na semana (6/4 a 12/4)

Castanhão tem o maior acúmulo de água no Ceará nas últimas 24 horas (7/4)

O açude Castanhão, responsável por abastecer a Capital e a Região Metropolitana, foi o reservatório que registrou o maior aporte neste domingo, 7. Conforme dados do Portal Hidrológico, o Castanhão, na cidade de Alto Santo, passou de um volume de 289,61 hm³ no sábado para 297,24 hm³ no domingo.

Apesar do ganho, o volume total acumulado ainda é baixo e foi de 4,32% para 4,44% da capacidade em 24 horas. O Castanhão comporta até 6.700 hm³.

Em maio do ano passado, foi registrado o maior armazenamento dos últimos anos no açude, chegando a 8,7% do volume total.

Desembargador cearense é condenado pelo STJ a 13 anos de prisão por venda de liminares (8/4)

Desembargador condenado Carlos Feitosa.
Desembargador condenado Carlos Feitosa. (Foto: Divulgação/TJCE)

O desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) Carlos Rodrigues Feitosa foi condenado a 13 anos, oito meses e 20 dias de reclusão em regime fechado, pelo crime de corrupção passiva. A decisão da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi dada na tarde de segunda-feira, 8, com relatoria do ministro Herman Benjamin.

O filho do desembargador, Fernando Carlos Oliveira Feitosa, foi condenado a 19 anos e quatro meses, também em regime fechado. Outros sete, foram condenados. Apenas um, advogado Mauro Júnior Rios, foi absolvido.

Investigados pela operação “Expresso 150” desde 2015, eles eram denunciados pelo Ministério Público Federal por lavagem de dinheiro em esquema de venda de liminares durante plantões judiciários.

"Eu não nasci para isso. Quem nasceu tá preso", volta a afirmar Bolsonaro sobre cargo de presidente (8/4)

Bolsonaro acha que não nasceu para ser presidente.
Bolsonaro acha que não nasceu para ser presidente. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Em entrevista ao programa “Pingo nos is” da Jovem Pan, nesta segunda-feira, 8, o presidente Jair Bolsonaro voltou a falar sobre o cargo de presidente. “Eu não nasci para isso, quem nasceu tá preso ou tá estocando vento”, afirmou.

Na última quinta-feira, 4, Bolsonaro havia dado uma declaração parecida: "Desculpem as caneladas, não nasci para ser presidente, e sim militar", afirmou durante inauguração do Espaço de Atendimento de Ouvidoria da Presidência da República, no Palácio do Planalto.

Bolsonaro diz que Camilo Santana provou que não se combate violência com direitos humanos (9/4)

Bolsonaro falou sobre a tramitação da reforma da previdência e disse que proposta deve ser aprovada rapidamente.
Bolsonaro falou sobre a tramitação da reforma da previdência e disse que proposta deve ser aprovada rapidamente. (Foto: Reprodução/Youtube)

Durante entrevista à rádio Jovem Pan na noite de segunda-feira, 8, Jair Bolsonaro (PSL) relatou um diálogo que teve com o governador Camilo Santana (PT) sobre a violência no Ceará. “Ele provou que essa questão do combate à violência não pode ser com direitos humanos”, disse o presidente, afirmando que conversou “como dois velhos conhecidos” com o petista.

“Ninguém quer maltratar, torturar, o que quer que seja, mas a política dos direitos humanos, como é feita no momento, e que deixou de ser feita agora com a Damares (ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos), mas como sempre foi feita pela esquerda, protegendo o infrator, o criminoso, não pode continuar", defendeu Bolsonaro. Ele disse que esse tratamento “da esquerda” estimula a violência no Brasil.

Prefeito assina nesta sexta ordem de serviço para novo aterro na Beira Mar; área é de quase 10 quarteirões (10/4)

Fortaleza, CE, Brasil, 10-04-2019: Vista aérea da Beira Mar entre os espigôes da Rui Barbosa e Desembargador Moreira.
Fortaleza, CE, Brasil, 10-04-2019: Vista aérea da Beira Mar entre os espigôes da Rui Barbosa e Desembargador Moreira. (Foto: Fco Fontenele)

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) assinou sexta-feira, 12, a ordem de serviço para as obras do novo aterro na Beira Mar. A engorda da faixa de areia será feita entre os espigões das avenidas Rui Barbosa e Desembargador Moreira. Além da areia, o local deverá receber arborização e equipamentos como ciclovias, pistas para corrida, brinquedos e quiosques.

O futuro aterro deverá avançar 80 metros dentro do mar e terá extensão de 1,2 mil metros. A área total será de 96 mil metros quadrados - equivalente a quase dez quarteirões. Ficará no mesmo nível do aterro da Praia de Iracema, já existente. O atual aterro também receberá pequena engorda.

Paulo Guedes diz que "Lula não roubou um tostão", relata Juca Kfouri (9/4)

Paulo Guedes.
Paulo Guedes. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O ministro da Economia Paulo Guedes disse que "Lula não roubou um tostão", em reunião no dia 12 de março com seis presidentes de Tribunais de Contas estaduais, segundo informou o Blog do Juca Kfouri.

"Seu patrimônio prova isso. Ele não teve foi quem o avisasse do que acontecia em torno de seu governo. Acabou vítima do jeito de fazer política no Brasil. Serve como exemplo", teria afirmado Paulo Guedes.

Além disso, ao defender as reformas propostas, teria declarado que, em Brasília, estão todos "como em Versalhes: à espera da guilhotina".

Power Couple Brasil 4 deverá estrear ainda esse mês; confira possíveis participantes (10/4)

Gugu Liberato irá apresentar a quarta edição do Power Couple Brasil 4.
Gugu Liberato irá apresentar a quarta edição do Power Couple Brasil 4. (Foto: Divulgação/Record)

A quarta edição do Power Couple Brasil já está em fase de pré-gravação. Sob o comando do apresentador Gugu Liberato, o reality de casais está previsto para ir ao ar até o final de abril. A lista oficial com todos os participantes do programa deverá ser divulgada na próxima semana.

Entre os possíveis participantes desta edição está Aline Prado, ex-apresentadora do Vídeo Show, e seu cônjuge. Além dela, Nicole Bahls, ex-peoa de A Fazenda, outro reality da Record, e seu marido Marcelo Bimbi também são nomes quase certos. As informações são da colunista Christina Padiglione, da Folha de São Paulo.

Redação O POVO Online