PUBLICIDADE
Notícias
Via Expressa

Túnel da Alberto Sá deve ter tráfego liberado em julho

Equipamento possibilitará a conexão direta da via com as ruas Tavares Coutinho e Ana Bilhar, eliminando a parada nos quatro semáforos na avenida

11:59 | 01/03/2019
(Foto: Leonardo Maia/ Especial para O POVO)
(Foto: Leonardo Maia/ Especial para O POVO)

O túnel sob a Via Expressa que está sendo construído na avenida Alberto Sá, no Papicu, deve ser liberado no fim do mês de julho deste ano. A informação foi divulgada pelo prefeito Roberto Cláudio, em visita à obra durante a manhã desta sexta-feira, 1º. O equipamento possibilitará a conexão direta da via com as ruas Tavares Coutinho e Ana Bilhar, eliminando a parada dos quatro semáforos na avenida.

“Esta é a última obra para ter uma Via Expressa efetiva. Estamos com a obra no prazo. A gente espera que a chuva não atrapalhe porque aqui tem um lençol freático muito raso, água aflora muito superficialmente. O túnel já tá com a estrutura de contenção pronta, agora vai ser um processo de escavação e a obra de contenção da água dependendo do lençol freático. A fase de escavação é mais delicada”, afirma o prefeito. O túnel deve ser finalizado em novembro deste ano.

Além da obra do túnel da Alberto Sá, será realizada a descontaminação do riacho Maceió e a urbanização do trecho. “É um trecho socialmente muito vulnerável e ambientalmente ainda mais complicado porque tem muita contaminação. Vamos lançar um projeto ainda este ano que envolverá ações de despoluição e uma nova área de lazer para a comunidade que vive no entorno”, explica.

A obra custa aproximadamente R$ 15 milhões e deve ser começada no segundo semestre. “É um investimento ambiental, social e urbanístico. Muitas famílias em moradias precárias em torno do riacho, em áreas de risco”. Ainda de acordo com o prefeito Roberto Cláudio, algumas famílias que vivem na região devem ser retiradas e indenizadas. (Com informações do repórter Leonardo Maia)

Redação O POVO Online