PUBLICIDADE
Notícias
FORTALEZA

Centro é opção para compras de última hora para o Carnaval; veja dicas

O POVO Online foi às ruas para conferir o que encontra nas lojas quem deixou para às últimas horas as compras de Carnaval

14:14 | 01/03/2019
Crianças usam fantasia de super-heróis e se divertem no carnaval de Fortaleza. (Foto: Júlio Caesar / O POVO)
Crianças usam fantasia de super-heróis e se divertem no carnaval de Fortaleza. (Foto: Júlio Caesar / O POVO)

Nas últimas horas antes do Carnaval, a preocupação dos foliões é com os preparativos finais para aproveitar bem os quatro dias de festa. Em Fortaleza, a procura é por itens e acessórios que ajudem a compor uma boa fantasia. Glitter, máscaras de super-heróis, espuma que imita neve e confete são artigos mais procurados.

O POVO Online foi às ruas nessa quinta-feira, 28, para conferir a movimentação nas lojas do Centro da Capital. De acordo com a vendedora Brena Cavalcante, muita gente deixou para fazer compras de última hora. Agora, os itens mais procurados já se esgotaram. “Nos primeiros dias a movimentação foi fraca, tinha gente com receio depois que aconteceram os ataques criminosos na Cidade. Depois melhorou a ponto da loja ficar tão lotada que a gente perdia de vista o cliente”, conta.

Leia também: Confira a programação completa do Carnaval de Fortaleza no O POVO Online

As fantasias de bailarina, fada, abelhinha e de princesas são procuradas pelos pais para as meninas. Já para os meninos, os super-heróis Homem Aranha, Capitão América e Homem de Ferro são os mais buscadas. O produtos podem ser encontrados nas lojas por valores entre R$ 25 e R$ 30. Adultos procuram máscaras diversas (R$ 15), tiaras com flores (R$ 10), meia arrastão (R$ 15), colar havaiano (R$ 10) e spray para colorir os cabelos (entre R$ 15 e R$ 20).

Confira no vídeo quais são os principais itens procurados nas lojas do Centro de Fortaleza:

Germana Silva, 32 anos, secretária escolar, estava à procura de uma fantasia de princesa para a filha de Maria Alice, de 5 anos. Ela contou que este será o primeiro Carnaval em que a filha irá se fantasiar. “E ela disse que queria ser princesa”.

Jullie Vieira/Especial para O POVO