PUBLICIDADE
Notícias

Movimento é baixo no Centro Fashion nesta quinta; lojistas dizem que ataques prejudicam vendas

Alguns lojistas estimam que as vendas tenham caído até 60% em meio aos ataques em Fortaleza e no Interior

09:56 | 10/01/2019
NULL
NULL
[FOTO1]No nono dia da onda de ataques no Ceará, o comércio de Fortaleza sofre as consequências da insegurança e do medo. No Centro Fashion de Fortaleza, no bairro Jacarecanga, a movimentação é fraca na manhã desta quinta-feira, 10, quando normalmente seria um dia de lotação. 
[SAIBAMAIS] 
Corredores vazios, quiosques fechados e relato de prejuízos são comuns. A Rádio O POVO/CBN esteve no local e conversou com lojistas apreensivos pela queda nas vendas. Alguns estimam que elas tenham caído até 60%.

Leandro Nascimento, comerciante, classifica o movimento como fraco. Em comparação ao mês passado, dezembro, período de festas e fim de ano, o fluxo caiu drasticamente. "As pessoas acabam tendo medo e não vêm comprar. Tá muito dificil devido a esses atentados em Fortaleza", comenta. 

Na última sexta-feira, 4 e no último domingo, 6, o Centro Fashion chegou a fechar as portas por conta da onda de violência na Capital. 
 
10/1/2019
 
 
 
  
 
  
 
 
Com informações do repórter Luciano Rodrigues
 
 
 

TAGS