PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Peritos criminais são retirados do Departamento de Homicídios

Os profissionais foram realocados de volta para a Pefoce após quatro anos de trabalho no Departamento de Homicídios

17:26 | 31/12/2018

Após quatro anos no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), os peritos criminais que estavam lotados no departamento especializado tiveram que voltar para a Perícia Forense do Ceará (Pefoce). Decisão estaria causando demora no atendimento dos locais de crime, conforme uma fonte ouvida pelo O POVO Online.

Em 2014, sete peritos criminais foram para o DHPP. A decisão era da gestão de Servilho Paiva, que visava a remoção dos corpos em menor tempo. Essa era uma iniciativa adotada também pelos núcleos que investigam os homicídios em São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Rio de Janeiro.

Segundo uma fonte ouvida pelo O POVO Online, a mudança faz com que famílias que tiveram os parentes mortos vítima de violência esperarem por horas. Também há informes de desencontros, ou seja, em situações de mais de um homicídio, as equipes vão para lugares diferentes. Alguns dos peritos lotados no DHPP chegaram a viajar para a Delegacia de Homicídios de São Paulo para realização de cursos de aperfeiçoamento.

Em 2014, o então titular da DHPP, Luiz Carlos Dantas, apostou na diminuição da demora do atendimento, pois o perito já estaria junto do delegado e dos investigadores.

 

A Perícia Forense confirmou, por meio de nota, a mudança de lotação dos peritos. Os profissionais foram realocados para o Núcleo de Perícia Externa (Nupex) da Coordenadoria de Perícia Criminal da Pefoce.

Conforme a Pefoce, o que houve foi um ato administrativo para ajustar a lotação dos servidores da instituição conforme previsto em lei de criação da Pefoce.

 "Os peritos continuam à disposição do DHPP trabalhando da mesma forma, mantendo a celeridade nos atendimentos. A medida de mudança da lotação dos peritos já ocorreu há cerca de quatro meses", informou o órgão.

 

Redação O POVO Online

TAGS