PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Confira lista dos nomes mais registrados no Ceará e no Brasil em 2018

Os dez nomes mais frequentes no Estado do Ceará e no Brasil em 2018, de acordo com dados de Cartórios de Registro Civil

22:37 | 27/12/2018
NULL (Foto: )
NULL (Foto: )
[FOTO1]
 
De acordo com dados compilados pelos Cartórios de Registro Civil do Ceará, os dois nomes mais escolhidos pelos pais no momento do registro de seus filhos no Estado foram João Miguel, com 1.095 registros, e Enzo Gabriel, com 926.

Confira a lista com os dez nomes mais frequentes no Estado do Ceará em 2018:

João Miguel: 1.095 
Enzo Gabriel: 926 
Maria Cecília: 913 
Maria Clara: 669 
Maria Valentina: 564 
Maria Eduarda: 553 
Maria Alice: 514 
Arthur: 479 
João Guilherme: 455 
João Lucas: 422 

No Brasil, os nomes mais registrados em 2018 foram Enzo Gabriel, com 18.156 registros, e Maria Eduarda, com 15.760. As preferências nacionais do ano superaram os nomes que em 2017 ocupavam o topo da lista - Miguel, que agora ocupa a segunda colocação, e Alice, no terceiro lugar entre os nomes 

Confira a lista com os dez nomes mais frequentes no Brasil em 2018:

Enzo Gabriel: 18.156 
Miguel: 17.699 
Arthur: 17.119 
João Miguel: 16.049 
Maria Eduarda: 15.760 
Maria Clara: 14.170
Heitor: 14.025
Pedro Henrique: 13.672
Alice: 12.482
Ana Clara: 11.059
[SAIBAMAIS]
O levantamento reuniu dados de todos o 7.732 Cartórios de Registro Civil dos 26 Estados brasileiros e do Distrito Federal, que formaram uma base de mais de 2 milhões e 760 mil registros realizados até o dia 18 de dezembro. Eles estão disponíveis para toda a sociedade através do Portal da Transparência, que pode ser acessado clicando aqui.
 
Com todos os Estados integrados à base de dados da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen/Brasil) foi possível também identificar as preferências em cada uma das cinco regiões brasileiras.
  
Nos rankings regionais surgem variações à lista nacional, como a presença de nomes como João Miguel – um dos que mais cresceu em 2018 – no Norte, Nordeste e Centro-Oeste -, Heitor, no Centro-Oeste, Maria Clara e Maria Cecília, também no Nordeste, e Helena na região Sul.
 
O levantamento, que usou a Central Nacional de Informações do Registro Civil como base central, identificou ainda a existência de 348.861 nomes diferentes, alguns deles com ampla variação de grafia, além dos tradicionais nomes diferentes escolhidos pelos pais.
  
Destaque também à quantidade de nomes compostos, que representam 28,3% do total de nomes escolhidos pelos pais brasileiros. O estudo identificou ainda a existência de 3.027 variações compostas para o nome Maria, 2.320 para Pedro, 1.564 para Ana, 1.488 para Enzo e 1.260 para João.

Portal da Transparência
 
A partir deste ano, o levantamento dos nomes mais registrados, assim como o da quantidade de nascimentos, casamentos, óbitos e CPFs estará disponível à toda a população através do Portal da Transparência do Registro Civil.
 
Pelo site é possível segmentar a busca Nacional, por Estados, Regiões e Municípios brasileiros no ano da pesquisa ou em anos retroativos em uma base que conta com mais de 125 milhões de registros. Outro serviço disponibilizado é a Busca de Óbitos de Pessoas Desconhecidas, que auxilia na localização de pessoas desaparecidas e registradas como indigentes.
 
Através do Portal também é possível ao cidadão fazer buscas de registros e solicitar certidões de nascimento, casamento e óbito de qualquer cartório brasileiro de forma simplificada, ágil, sem gastos adicionais com despachantes e diretamente por meio do tablet ou do celular.
  
Se optar pela via impressa do documento o cidadão pode decidir por receber o documento em casa ou retirar no cartório mais próximo. Caso prefira a versão digital do documento, ele pode receber a certidão eletrônica por e-mail, com a mesma validade do documento original.
 
Redação O POVO Online 
TAGS