Preso nono suspeito de integrar facção que utilizava drone para monitorar passos da PolíciaNotícias de Fortaleza
PUBLICIDADE
Notícias


Preso nono suspeito de integrar facção que utilizava drone para monitorar passos da Polícia

Dois suspeitos permanecem foragidos

10:22 | 13/11/2018
NULL
NULL
[FOTO1] O nono suspeito de envolvimento em ações criminosas no conjunto habitacional Cidade Jardim, no bairro Prefeito José Walter, está preso. Antonio Wellington de Lima Martins, 21, conhecido por Meio Quilo, foi capturado na manhã de segunda-feira, 12. Dois suspeitos permanecem foragidos. 

O detido estava com mandado de prisão temporária e era um dos alvos da Operação Garden, coordenada pelo 8° Distrito Policial (DP) e outras distritais, na última quinta-feira, 8. Informações são da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Antônio Wellington não foi detido na quinta-feira, mas nova investigação policial localizou o suspeito, que foi capturado e encaminhado à sede da distrital. Ele possui envolvimento no tráfico de entorpecentes na região e integraria o mesmo grupo criminoso dos oito suspeitos presos na operação.

Um aparelho celular também foi apreendido e será encaminhado à Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Jonathan Costa Barbosa da Cunha, conhecido como Playboy, que também é um dos líderes da organização, parmanece foragido. 
 
Operação Garden 
[VIDEO1]

A Operação Garden foi deflagrada na manhã da última quinta-feira, 8. A Polícia prendeu oito integrantes de organização criminosa no conjunto habitacional. Um drone que era utilizado para monitoramento da área está entre os materiais apreendidos. Investigações duraram cerca de seis meses.

Entre os presos, três são apontados como os líderes da organização. Francisco Junior Ferreira da Silva, 27, conhecido como Dedê, era um dos chefes. Ele já responde por receptação, porte ilegal de armas e dois homicídios; João Paulo Ferreira Alves, 34, conhecido como Caveira, era o “braço direito” de Dedê. Ele já responde por homicídio, tentativa de homicídio e crime de violência doméstica; Pedro de Freitas Oliveira, 41, não tem antecedentes criminais. Ele tem dois comércios na área e é suspeito de realizar a lavagem de dinheiro da organização. 
 
Os outros cinco detidos, quatro homens e uma mulher, participavam como “soldados” do tráfico, de acordo com a Polícia. Com a prisão de novo integrante nesta segunda-feira, duas pessoas continuam foragidas. Dentre elas, Jonathan Costa Barbosa da Cunha, conhecido como Playboy, que também é um dos líderes da organização.  
 
 
Redação O POVO Online 
TAGS