PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Seuma apresenta nova fase de projeto sobre mudanças climáticas

Urban Leds é alinhado com o Acordo de Paris, cujo objetivo principal é reduzir a emissão de dióxido de carbono no mundo

16:02 | 17/08/2018
Fortaleza continuará desenvolvendo iniciativas sustentáveis com a segunda fase do Urban Leds: Acelerando a Ação Climática por meio de Estratégias de Desenvolvimento de Baixo Carbono. O projeto foi apresentado nesta quinta-feira, 16, no Paço Municipal, tendo como objetivo avaliar da situação do sistema de urbanização à infraestrutura da cidade.

De acordo com Águeda Muniz, titular da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), o Urban Leds II serve para “ratificar” as políticas ambientais já trabalhadas pela prefeitura de Fortaleza. Ela cita como exemplos a criação dos Ecopontos e o uso de lâmpadas led na iluminação pública da Capital. A secretária diz ainda que, com o projeto, é buscado um plano de adequação para o enfrentamento das mudanças climáticas. 
[SAIBAMAIS]
“Nós temos inventário, plano de metas, políticas de desenvolvimento de baixo carbono. Poucas cidades brasileiras têm essa política. Agora vamos visar o enfrentamento às mudanças climáticas a partir do plano de adaptação às mudanças climáticas”, afirmou. Secretário executivo do Iclei América do Sul, Rodrigo Perpétuo informa que as diretrizes do Urban Leds II são baseadas no Acordo de Paris.
  
O Acordo é um tratado no âmbito da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima, que rege medidas de redução de emissão dióxido de carbono a partir de 2020. Segundo Rodrigo, as medidas que necessitarem de apoio serão apresentadas a bancos, a fim de conseguir financiamento.

Ele declara ainda que o objetivo do projeto é estabelecido conforme a necessidade de cada local. Em Fortaleza, a mobilidade urbana, os resíduos sólidos, a escassez de água ou mesmo a sua abundância, quando causam enchentes, são questões que têm recebido mais atenção do Iclei. 

Urban Led I
A Capital e o Iclei são parceiros desde 2013. Em 2014, Fortaleza foi escolhida como cidade modelo para implementação de políticas de enfrentamento às mudanças climáticas. No Urban Led I, a prefeitura tratou da emissão de gases por veículos com políticas de transporte público e mobilidade urbana.

Na questão dos resíduos, utilizou a criação dos ecopontos e coleta seletiva. Além disso, foi desenvolvida a Certificação Ambiental Fator Verde, que possibilitará que o município ateste  construções civis sustentáveis, com o objetivo de alcançar melhores índices de sustentabilidade.

TAGS