PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Manifestantes que cobram preservação da Casa Frei Tito denunciam que foram alvo de agressão

Militantes ocupam o imóvel que está em fase de tombamento provisório pela Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor)

14:17 | 18/08/2018
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]
Atualizada às 17h50min do dia 21/082018
 
Militantes que ocupam a Casa Frei Tito relatam ter sofrido agressão de um grupo de pessoas ligadas ao proprietário da residência. De acordo com relatos, o dono, que não teve a sua identidade revelada, e mais quatro homens adentraram o espaço por volta das 8 horas da manhã deste sábado. O imóvel está em fase de tombamento provisório pela Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor), e enquanto o processo tramita, o local é protegido.
 
“Jogaram cadeiras contra nós. Um deles vestia uma camisa do Corinthians e deu um soco na face de um dos militantes. Apontaram uma arma para um dos manifestantes e quebraram o celular dele. Além disso, outros apresentam arranhões pelo corpo e marcas de empurrões”, disse uma das coordenadoras do movimento, que preferiu não se identificar. 
 
De acordo com a coordenação da ocupação, um dos agressores portava arma de fogo e se identificava como policial. “Ele repetia o tempo todo que era policial, mas em momento algum se identificou, nem apresentou documentação que provasse isso”, relata.
 
Em nota enviada ao O POVO Online nesta terça-feira, 21, a Polícia Militar do Ceará (PM-CE) informou que não foi notificada acerca de qualquer agressão por parte de policial militar no referido local. A PM-CE ressaltou que viaturas serão orientadas a  intensificar o patrulhamento nas proximidades do logradouro onde está havendo a ocupação.
 
Os militantes não registraram um boletim de ocorrência. “Possuímos todo um aparato jurídico. Temos um grupo de advogados populares e temos um defensor público nos ajudando. Vamos acionar a coordenadora estadual dos Direitos Humanos", relatou um dos ativistas.
 
[FOTO2]
Há uma semana, movimentos sociais e religiosos ocupam a residência de Tito de Alencar, mártir da resistência contra a ditadura militar. A casa fica na rua Rodrigues Júnior, no Centro. A coordenação do movimento relata que a estrutura do local está comprometida, “Isso representa de forma concreta a irresponsabilidade do dono do imóvel e da Prefeitura de Fortaleza com relação à Casa Frei Tito, que é um patrimônio histórico e cultural”, ressalta. 
 
[FOTO3]
  
Redação O POVO Online 
TAGS