Justiça nega habeas corpus a suspeito que está foragido pelo homicídio de Gegê do Mangue e PacaNotícias de Fortaleza 

PUBLICIDADE
Notícias


Justiça nega habeas corpus a suspeito que está foragido pelo homicídio de Gegê do Mangue e Paca

Crime aconteceu em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza

22:08 | 01/08/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
O pedido de habeas corpus a Francisco Cavalcante Cidrão Filho foi negado pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), nesta quarta-feira, 1º de agosto. O suspeito, que está foragido, é investigado pelo envolvimento no assassinato de Rogério Jeremias de Simone (Gegê do Mangue) e Fabiano Alves de Souza (Paca), então principais líderes de facção criminosa.
[SAIBAMAIS]  
O crime aconteceu em fevereiro, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Sob relatoria do desembargador Francisco Martônio Pontes de Vasconcelos, a decisão de negar liberdade ao investigado foi apreciada pelo colegiado da 2ª Câmara Criminal.
  
Foragido desde 22 de fevereiro, quando teve prisão decretada, o acusado “tem se esquivado de comparecer e colaborar” para o esclarecimento do crime, como entende o desembargador. “O que justifica a necessidade da prisão temporária para propiciar a colheita de indícios a sustentar uma possível persecução penal”, declara.
  
A defesa do acusado argumenta que, por ser primário, possuir residência fixa e atividade laboral, Francisco Cavalcante está credenciado a receber liberdade provisória. Para o relator, no entanto, não há como conceder o benefício ao investigado, “uma vez que o mandado de prisão expedido sequer fora cumprido, encontrando-se o paciente em local incerto”.
  
Redação O POVO Online

TAGS