PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Jovem oferece palestras gratuitas em apoio à saúde mental

Wesley Ramos é técnico em enfermagem e visita escolas dando palestras sobre ansiedade, suicídio e depressão

16:33 | 24/08/2018
NULL
NULL(Foto: )
[FOTO1]
Baseado na experiência que obteve em seu trabalho como técnico em enfermagem em um hospital de Fortaleza, Wesley Ramos, 19 anos, deu início a um projeto de apoio à saúde mental. Sem contar com apoio da instituição em que trabalha ou de outros órgãos, públicos ou privados, Wesley visita escolas dando palestras sobre ansiedade, suicídio e depressão.
 
Segundo ele, existe a necessidade de se falar sobre o assunto de forma a conscientizar a população. "As pessoas evitam falar sobre suicídio por achar que estimula alguém a cometer ao ato, mas não estimula. Quando uma pessoa comete suicídio, ela não quer matar a vida, ela quer matar a dor" esclarece ele em um vídeo na sua página do Instagram, totalmente voltada para o projeto. O perfil @apaixonadospelapsiquiatria conta quase 27 mil seguidores, que usam os comentários para agradecer à Wesley pela iniciativa e pelo apoio que ele oferece.
 
Divulgando os sintomas das doenças/transtornos mentais, conscientizando a população de que não há vergonha em cuidar da própria saúde mental, espalhando mensagens de incentivo e informações sobre o assunto, a página de Wesley tem imagens ajudado as pessoas que passam por essa dificuldade, principalmente os jovens, público alvo do projeto.
 
[FOTO2] 
"Eu observei que o próprio sistema educacional acaba adoecendo os estudantes, além do fato de tratarem a depressão como "frescura" ou falta de fé. Existe a necessidade de falar sobre isso e derrubar o tabu. A cada 40 segundos, uma pessoa morre. Eu estou disposto a ajudar aquelas pessoas que precisam de ajuda", relata Wesley, que utiliza, por diversas vezes, a afirmativa de que acredita nas pessoas e que não irá desistir da vida de ninguém. 
 
“Acredito que o conhecimento pode ajudar as pessoas. Tomei a iniciativa de transformar o meu Instagram pessoal em um perfil para ajudar as pessoas com depressão e que possuem pensamento suicida. Eu acho muito importante a atenção e o carinho nessas horas e acima de tudo, considero a vida de todas as pessoas importante e, quando nem elas conseguem ter disposição para lutar pela vida delas, eu luto! Incentivo sempre as pessoas a valorizarem a vida, espero que várias pessoas sejam impactadas e, principalmente, salvas com esse projeto." 
 
Visitando as escolas para realizar palestras, Wesley tem passado em instituições públicas e privadas, de forma totalmente gratuita e sem fins lucrativos. Para aqueles que quiserem solicitar uma palestra, conhecer melhor o projeto ou oferecer apoio, o projeto disponibiliza a página no Instagram, o telefone (85) 9 9806-7128 ou o e-mail apaixonadospelapsiquiatria@gmail.com

Izadora Paula

TAGS