PUBLICIDADE
Notícias

SSPDS recebe comitiva da Senasp para tratar de assuntos relacionados ao Susp

Representantes da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) estiveram na sede da SSPDS tratando da Segurança Pública

22:21 | 18/07/2018
Representantes da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) estiveram, nesta quarta-feira, 18, na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS), para discutir propostas de integração nacional da base de dados policiais, padronização nacional de indicadores de segurança, formulação de uma grade curricular nacional para os cursos de formação de profissionais da segurança pública do País, discussão de convênios entre SSPDS e Senasp, além da instalação do Centro Regional de Inteligência no Ceará, na antiga sede da Vice-Governadoria, no Palácio Iracema. As informações são da SSPDS.

Segundo a nota da SSPDS, a partir dessa reunião, a antiga sede da Vice-Governadoria foi escolhido como o local que irá sediar o Centro Regional de Inteligência, e o Estado deve trabalhar num cronograma de até 90 dias para colocar o centro em funcionamento. Em agosto, a SSPDS deve reunir as inteligências do Nordeste, em Fortaleza, para fechar detalhes do funcionamento do espaço e sobre o que cada Estado vai disponibilizar de policiais da área de inteligência para participar da execução das atividades do Centro de Inteligência.

Com relação à integração de dados, a SSPDS divulgou que uma das principais linhas de operação do Sistema Nacional de Segurança Pública (Sinesp) prevê a integração gradual dos dados relacionadas à área da segurança pública dos estados brasileiros em uma única plataforma. A base de dados irá auxiliar o trabalho de investigação policial e o controle de indicadores de estatísticas nacionais.
 
O Sinesp vai reunir todos os boletins de ocorrências policiais registrados pelas instituições de Polícia das unidades da federação, com a finalidade de compor um banco de dados integrado para realização de cruzamento de informações e para dar transparência aos dados nacionais de segurança pública. 

Ainda de acordo com a nota da SSPDS, em relação à implantação do Centro Regional de Inteligência, o secretário André Costa anunciou que o Estado viabilizou algumas opções de imóveis para abrigar a sede do Centro e o que se encaixou nas necessidades apresentadas pela Senasp foi parte do Palácio Iracema, onde funcionou a Vice-Governadoria.
 
Segundo a SSPDS uma das vantagens do Estado para receber a unidade de inteligência nacional é a integração avançada com outros órgãos da área da segurança pública, como a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), para adoção de estratégias integradas de combate ao crime no Estado.

Outro assunto tratado entre os presentes na reunião foi a formação dos servidores que atuam nos órgãos de segurança pública do Brasil, já que uma das diretrizes do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) inclui a formação e capacitação continuada e qualificada dos profissionais de segurança pública. O Ceará, por meio da Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp), tem parceria com a Senasp na formulação e execução de cursos de formação para policiais, bombeiros e peritos que atuam no Ceará.
 
Dentre os profissionais formados pela Academia cearense na modalidade educação continuada, constam ainda profissionais de outros estados brasileiros e do exterior. Os representantes também discutiram convênios entre SSPDS e Senasp, inclusive com recursos advindos de financiamento via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
 
Redação O POVO Online 
TAGS