PUBLICIDADE
Notícias

Após 4 anos, retirada de tapumes revela que nada foi feito nas obras do Metrô da Linha Leste

De acordo com a Seinfra, ainda não há previsão para retomada de obras

12:12 | 19/07/2018
NULL
NULL
[FOTO1] 
No local onde deveriam estar obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, ligando os bairros do Papicu ao Centro da cidade, moradores e pessoas que trabalham nas proximidades da avenida Washington Soares, no bairro Edson Queiroz, foram surpreendidos com a retirada dos tapumes: nenhum trabalho havia sido feito após quatro anos de interdição.

De acordo com os moradores, não existem homens trabalhando no local há mais de dois anos, também não era possível ver se tinham máquinas operando. “Eu nunca entendi que obra era essa, não vejo gente no local, não tem maquinário, e não tem nem engenheiros, acho que até tiveram a ideia de fazer alguma coisa aí, só que até agora, nada”, conta Armindo Cunha, aposentado.

Foi possível identificar que no local havia uma ciclofaixa, hoje deteriorada devido ao período de bloqueio do local. Alguns ciclistas que faziam o uso da via sinalizaram que ainda havia entulhos deixados pelo caminho e relataram que o local estava inseguro, “Aqui está parecendo mais uma cratera, areia, umas pedras, quando chover vai ficar só a lama, arriscado para quem passar de bicicleta, como eu estou fazendo agora, e para quem tiver coragem de atravessar isso aqui a pé”, relatou André Simão, estudante.
 
[FOTO2]
 
José Gleyson, 36 anos, trabalha como vendedor próximo do local, e conta que  algumas pessoas vão lá para saquear o que ainda tinha de material de construção. “Era todo dia, enquanto tinha coisa pra tirar, vinha um ou dois e pulavam o muro para pegar vigas e madeira que ainda tinha por lá”. Ele contou ainda que a retirada dos tapumes que cercavam o local foi rápida. 

Segundo moradores, uma limpeza foi realizada no mesmo dia em que os tapumes foram retirados, porém não havia pessoas de órgãos responsáveis para informar o que seria feito da obra. “Eles simplesmente vieram, ainda falei com uns rapazes que estavam retirando umas pedras e os tapumes. Um deles disse que estavam proibidos de falar alguma coisa. Eu fiquei chocado ao ver que não tinha nada lá, apenas esse buraco”, conta um morador que preferiu não se identificar.
 
[FOTO3]

Seinfra

A Secretaria da Infraestrutura do Estado do Ceará (Seinfra) informou que há um novo contrato para a conclusão das obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, que serão dividas em duas fases. Um dos canteiros da intervenção está localizado na avenida Washington Soares, em frente ao Fórum Clóvis Beviláqua. O local estava interditado há mais de quatro anos e teve todos os tapumes que cercavam o local retirados, dando novamente acessibilidade à população.
 
De acordo com a Seinfra, o canteiro da obra na avenida Washington Soares só será concluído a partir da segunda fase, ainda sem previsão de início, o espaço ainda está sendo preparado para a devolução à população. O outro local onde está previsto funcionar uma estação da Linha Leste do Metrô também passa por divergências, conhecida como Praça do Cristo Rei. A pedido da população, houve a retirada de muros que impossibilitavam a passagem de pedestres. No entanto, é possível ver ainda no local materiais que fazem parte da obra. 
 
Fase 1 da Linha Leste 

Durante a fase 1 da Linha Leste, deverão ser implantados 7,3 km da linha, que ligará o Centro de Fortaleza ao Papicu. Será executada uma estação de superfície (Tirol-Moura Brasil) e outras quatro que serão subterrâneas (Chico da Silva, Colégio Militar, Nunes Valente e Papicu). Segundo a Secretaria da Infraestrutura do Estado do Ceará (Seinfra), a ideia é garantir a integração da Linha Leste com as Linhas Sul e Oeste, no Centro, e com o VLT Parangaba-Mucuripe, além do terminal de ônibus, no Papicu. A previsão da conclusão das obras é de 4 anos, a partir da assinatura da ordem de serviço.
 
 
TAGS