PUBLICIDADE
Notícias

Policiamento é intensificado para responder ações criminosas, afirma secretário

Secretário diz que a Polícia do Ceará está "unida e engajada" para dar resposta rápida para população

19:37 | 29/07/2018
O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, afirmou que a polícia continua em investigações na busca por outros suspeitos de participação aos ataques a ônibus e prédios públicos e privados na Grande Fortaleza. O titular da pasta confirmou que as ações criminosas aconteceram após morte de criminosos, na última quinta-feira, 26, no município de Amontada, distante 168 Km de Fortaleza.

André Costa destacou que todas as forças policiais estão se unindo para elucidar e solucionar os crimes, e que as ações não serão cessadas até todos os envolvidos estarem identificados e presos. "A Polícia do Ceará está unida e engajada para dar resposta rápida para a população. Tudo isso aconteceu como uma reação a uma ação rígida da polícia que não tem recuado e vai permanecer ativa, aumentando o policiamento ostensivo em Fortaleza. Especialmente em alguns bairros, a polícia não irá se intimidar", afirmou.
 
O policiamento ostensivo continuará sendo reforçado em toda Fortaleza e Região Metropolitana da Capital, havendo um aumento nas composições do Policiamento Ostensivo Geral (POG), Força Tática (FT) e de equipes especializadas do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

Um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas da SSPDS (Ciopaer) dará apoio às ações policiais no combate e prevenção aos crimes. A investigação é da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).
 
Três pessoas foram presas 
 
A SSPDS confirmou na tarde deste domingo, 29, que mais dois homens foram presos, no último sábado, 28. Ao todo, três pessoas estão detidas.

[SAIBAMAIS] Pedro Henrique Mesquita de Souza, 27 anos, estava em sua residência, no bairro Cristo Redentor, quando foi encontrado pela Polícia. Com passagens pela Polícia por tráfico de drogas, ele cumpria regime semi-aberto. Em sua casa, foi apreendida uma arma de fogo calibre 12 de fabricação artesanal. O segundo homem é Oderison dos Anjos Oliveira, 19 anos. Ele foi preso quando infringiu o perímetro permitido pelo uso da tornozeleira eletrônica, no bairro Sapiranga, e responde por crime de roubo.

Mais cedo, Gean Patrick Aguiar Lima, 19 anos e com passagens pela Polícia por porte ilegal de arma de fogo e organização criminosa, foi capturado em posse de um galão de gasolina no Bairro Vila Ellery. 

Em outra ação policial, um casal foi preso e encaminhado para o 7° Distrito Policial. O casal é suspeito de participação nos atos criminosos. Com eles foram apreendidos um celular e uma motocicleta, que foram encaminhados para a perícia. O casal foi liberado mas continuarão sob investigação e não tiveram as identidades reveladas.
 
Durante as diligências realizadas durante o sábado, 28, e na sexta-feira, 27, foram conduzidos à Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), suspeitos de praticarem os atos criminosos. Não tendo sido caracterizada situações de flagrante, ambos foram liberados e continuam sob investigação pela Polícia Civil, uma vez que foram abertos inquéritos em delegacias especializadas. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ressalta que os trabalhos policiais continuam em curso, com o objetivo de capturar outros suspeitos, que já foram identificados pelas práticas das ocorrências.
 
Confira o local dos ataques:  
[VIDEO1]
Redação O POVO Online  
 

TAGS