PUBLICIDADE
Notícias

Samu Ceará apura caso de socorrista que fez selfie durante reanimação de paciente

O órgão repudia o registro e a veiculação de imagem

20:10 | 09/05/2018
NULL
NULL

Atualizada às 18h30min de 12 de junho de 2018 

[FOTO1]O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do Ceará instaurou procedimento administrativo para apurar a conduta de um condutor socorrista do município de Alto Santo, a 241 quilômetros de Fortaleza.

O socorrista fez uma selfie enquanto os profissionais tentavam reanimar uma vítima com parada cardiorrespiratória. O caso aconteceu após um acidente de trânsito, no dia 8 de maio. A foto mostra o socorrista tirando a selfie enquanto os outros profissionais está realizando o procedimento na vítima.

Por meio de nota, o Samu informou que repudia o registro e a veiculação de qualquer imagem que permita a identificação do paciente e que possa atrapalhar o socorro prestado pelos profissionais.

 

Defesa 

No dia 12 de junho, o socorrista autor da selfie procurou O POVO Online para contar sua versão do caso. Ele foi demitido por justa causa pela empresa terceirizada Servnac, que presta serviços ao Samu. Ele lamentou a foto e diz ter se arrependido do registro. 

 

"Era meu sonho ser do Samu. Só Deus sabe quantas noites de sono eu perdi depois dessa maldade (denúncia) que fizeram comigo. Trabalhei só quatro meses e fui demitido por essa denúncia que repercutiu. A vítima nem foi identificada, o rosto dele não apareceu. Ele já estava aos cuidados da equipe da Unidade de Suporte Avançado, no hospital, quando a foto foi feita. Eu só estava auxiliando", conta.

 

"A vítima estava sendo entubada e não reanimada. Foi tudo distorcido. Meu interesse era mostrar o trabalho da equipe e não expor o paciente. Agora eu sei que é errado, mas isso não passou pela minha imaginação, no momento", completa o ex-socorrista.

 

A vítima do acidente perdeu o braço mas já havia saído da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no início de junho, e não corria risco de morrer. 

 

TAGS