PUBLICIDADE
Notícias

Polícia investiga morte de ciclista atropelado na Praia do Futuro

Condutor fugiu e deixou o veículo no local. Anderson era funcionário da barraca de Praia Órbita Blue

20:28 | 08/05/2018
NULL
NULL

[FOTO1]

A Polícia Civil investiga o atropelamento que matou Anderson de Sousa Roses, de 34 anos. O caso aconteceu no último sábado, 5, na avenida Dioguinho, na Praia do Futuro. De acordo com a Polícia Civil, o condutor fugiu e deixou o veículo no local. O automóvel Corsa de placa HXR-6221 passou por perícia e foi apreendido.

Anderson era funcionário da barraca de Praia Órbita Blue, que por meio de nota, lamentou a morte de Joe, como era conhecido. Conforme o estabelecimento, o rapaz estava em uma bicicleta quando foi atropelado. "Joe era bartender, garçom, foi sushiman e era pau-pra-toda-obra, uma "máquina" trabalhando. Não tinha tempo ruim pra ele, sempre com aquele sorriso e toda doçura do mundo nos olhos. Que pena. Que grandíssima pena. A Blue hoje está mais triste. A vida continua, sabemos. Mas, só por hoje, precisamos chorar a partida desse amigo tão querido", divulgou na página do facebook.

 

O estabelecimento ainda fez um alerta diante do problema da mobilidade e da necessidade de educação no trânsito. "Quantos ciclistas mais precisam morrer para algo de fato se modificar?", divulgou. Nesta terça-feira, 8, uma ciclista foi atropelada na ciclofaixa por ônibus que fazia curva na avenida Antônio Sales.

 

Conforme a Polícia Civil, a investigação está a cargo do 9º Distrito Policial, onde encontra-se o veículo que atropelou Anderson.

 

TAGS