PUBLICIDADE
Fortaleza
COCÓ

VÍDEO: Policiais perseguem assaltante do Centro de Eventos até padaria e realizam disparos

Funcionário de posto de gasolina presenciou a ação da Polícia. Ele relata ter visto duas viaturas fechando o carro pedindo a parada

16:36 | 08/02/2018

(Foto: WhatsApp O POVO)

Suspeito de ter roubado um carro de modelo Hb20 cor branca, placa PZY 7776, Leandro Pereira de Aquino, de 33 anos, foi perseguido e preso nesta quinta-feira, 8, pela Polícia Militar e levado ao 15º DP. A busca começou no Centro de Eventos e seguiu até a Avenida Padre Antônio Tomáz, na esquina de um posto de gasolina, em frente à Padaria Portugália. O caso aconteceu por volta de 11h20min.

O soldado da Polícia Militar F. Silva afirmou ao O POVO Online que a viatura se encontrou com o carro em sentido contrário. A partir disso, foi ligada a sirene e dado o comando de parada, que não foram atendidos pelo veículo. "Entrou na Sebastião de Abreu, quando chegou na Padre Antônio Tomás, pegou a contramão e a nossa viatura chegou o mais próximo do local, onde foi feito todo o cerco com outra viatura e foi realizada a prisão no local".

 

Conforme Silva, foram efetuados dois disparos no momento em que o carro estava cercado, já que ele tentou dar a partida e fugir novamente.

Um funcionário de um posto de gasolina presenciou a ação da Polícia. Ele relata ter visto duas viaturas fechando o carro e pedindo a parada. No momento em que o carro tomou a contramão, ele afirma que outras duas viaturas apareceram, formando um total de quatro carros fechando o Hb20.

Na versão dele, ao contrário do que disse o militar, foram efetuados três disparos em vez de dois. "Tiraram ele do carro, deitaram no chão, aí botaram na 'mala'. Aí começou a chegar viatura". Ele diz ainda que a placa do carro era de Belo Horizonte.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que além de ser suspeito de roubar o automóvel que conduzia, o indivíduo é apontado como autor de outros assaltos na região, entre eles, contra um posto de combustíveis. O órgão diz ainda que Aquino já respondeu por roubo e receptação.

CARLOS HOLANDA