PUBLICIDADE
Notícias

No Ceará, 56% dos meios de hospedagem estão irregulares

Conforme o Ministério do Turismo, até abril, todas as capitais do País receberão equipes de fiscalização para convencer os prestadores de serviço sobre a necessidade de formalização do setor

16:17 | 02/02/2018
NULL
NULL

[FOTO1]

O Ministério do Turismo espera garantir o cadastro dos 975 meios de hospedagem registrados pelo censo da hoteleria encomendado ano passado. Hoje, somente 431 estão no sistema. Ou seja, 56% estão irregulares. A informação é da assessoria de comunicação do Ministério do Turismo.

Para atingir esta meta, o estado passou a contar, a partir dessa quinta-feira, 1º, com uma nova versão do cadastro de prestadores de serviços turísticos, o Cadastur. Conforme a pasta, a novidade promete dar "mais agilidade e menos burocracia" ao processo de cadastramento.

O ministro do Turismo, Marx Beltrão, afirma que o cadastro eletrônico é um importante marco para o turismo brasileiro. Ele diz que a intenção é melhorar a segurança e a qualidade dos serviços prestados aos turistas. Agora, Beltrão espera que os empresários e trabalhadores do seguimento entendam e apoiem o trabalho.

Conforme o cronograma do Ministério do Turismo, até abril de 2018 todas as capitais do País receberão equipes de fiscalização da Pasta para convencer os prestadores de serviço sobre a necessidade de formalização do setor. A "Operação Verão Legal" já passou por Brasília, Rio de Janeiro e Boa Vista. Na próxima semana, Alagoas será o destino.

 

Redação O POVO Online

TAGS