PUBLICIDADE
Notícias

Após homicídio, grupo suspeito de integrar facção no Interior é preso

09:47 | 08/02/2018

Após o homicídio de Francisco de Freitas Soares, no distrito de Água Verde, a 13 quilômetros de Guaiuba, na última terça-feira, 6, a Polícia prendeu quatro pessoas e apreendeu um adolescente suspeitos de envolvimento no crime, que seria motivado por disputa de facções na Região.

Cada um é apontado por um papel no crime, sendo José Aristeu da Silva Sousa o possível autor dos tiros. Ele teria sido chamado pelo grupo por ter habilidade com armas. Um adolescente de 16 anos foi apreendido e o pai dele acabou preso, com uma arma na residência. Além disso, foram detidos Francisco Raimundo Nonato da Silva, conhecido como Mundola, que responde na Justiça por homicídio, e Francisco Alberto Costa Vidal, de 21 anos. 

O POVO Online não divulga o nome do pai do adolescente preso para não identificar o filho, como prevê o Estatudo da Criança e do Adolescente (ECA). Todos foram presos nesta quarta-feira, 7, e encaminhados à sede da delegacia de Guaiuba. A ação foi coordenada pelo delegado Cavalcante e o comando da PM da área.

 

Redação O POVO Online

TAGS