PUBLICIDADE
Fortaleza
PRÉ-CARNAVAL DE FORTALEZA

Presos, suspeitos de tentativa de latrocínio contra professor estavam soltos há dois meses

A dupla voltou a ser presa neste domingo, 14, desta vez, pela tentativa de latrocínio contra o professor no Pré-Carnaval

16:41 | 15/01/2018

Atualizada às 18h26min

Suspeitos de tentativa latrocínio (roubo seguido de morte) contra professor universitário durante Pré-Carnaval na Praia de Iracema, no dia 6 de janeiro, haviam sido presos por tráfico de drogas no dia 4 de novembro e liberados em audiência de custódia. A nova prisão dos dois suspeitos aconteceu neste domingo, 12, após investigação do 2º DP, por meio de mandados de prisão temporária e de busca e apreensão.

Os presos foram identificados como Matheus da Silva Gadelha, 18, encontrado em um imóvel situado na Rua Dom Joaquim,  Douglas da Silva Fernandes, 21, preso em uma propriedade na “Comunidade das Graviolas”. Ambos respondem por tráfico de drogas e associação para o tráfico, em um mesmo inquérito policial, instaurado em novembro de 2017.

Conforme Pedro Viana, além de Matheus e Douglas, que foram conduzidos até a sede do 2° DP, um terceiro suspeito identificado apenas como Kiki, se encontra foragido. Douglas nega a participação no crime. Já Mateus diz que puxou o cordão do pescoço da vítima, mas foi surpreendido pela reação do professor. Ele diz que o terceiro suspeito foi o responsável pelo tiro que atingiu o homem.

O crime, que aconteceu no dia 6, durante o Pré-Carnaval na Praia de Iracema, foi flagrado por câmeras de segurança instaladas nas proximidades.

Em entrevista ao O POVO Online, o delegado Pedro Viana afirma que nos mandados de busca e apreensão foram encontrados celulares, relógios e cordões. A arma do crime, no entanto, não foi encontrada. Segundo Viana, a origem dos objetos encontrados será investigada. 

JéSSIKA SISNANDO