PUBLICIDADE
Notícias

Governador é recebido em solenidade da Polícia Civil por três manifestações diferentes

A solenidade marcou o curso de formação para novos policiais civis

12:03 | 16/01/2018
NULL
NULL

[FOTO1]O governador Camilo Santana participou da solenidade que marca o curso de formação para os novos policiais civis, na manhã desta terça-feira, 16, no Ginásio da Parangaba. Ele foi recebido por três manifestações diferentes. Duas da Polícia Civil e uma referente a concursados do Corpo de Bombeiros. Camilo Santana conversou com os manifestantes e fez imagens junto das faixas de reivindicações da Polícia Civil.

O presidente do sindicato dos policiais civis, Francisco Lucas, disse que a Polícia Civil cobra correção salarial linear. "O Governo do Estado excluiu os inspetores e escrivães e alguns agentes da perícia ficaram sem o ganho. Entramos com ação judicial, mas estamos junto do governo para que sensibilize. Tentar cobrar a intenção da manifestação é essa".

A segunda manifestação era dos candidatos do último concurso de Corpo de Bombeiros. Alfreto Fernandes Neto, um dos aprovados do concurso, explicou que a corporação possui um defict de 55% e que, no último concurso, foram chamados parte dos aprovados, mas o restante deles reivindica que sejam chamados todos os aprovados.

A terceira manifestação era de concursados da Polícia Civil. Assis Rodrigues, concursado do ano de 2015 faz parte do movimento "Mais Vagas" e relata que o efetivo da Polícia diminuiu e a população aumentou. Ele explica que está na Procuradoria Geral do Estado (PGE) projeto que altera a lei do concurso, da validade de um ano para dois anos. Os manifestantes pedem celeridade. Rodrigues defende que o chamado de mais concursados diminui a criminalidade do Ceará.

TAGS