Maracatus de Fortaleza fazem cortejo na Praia de IracemaNotícias de Fortaleza
PUBLICIDADE
Notícias


Maracatus de Fortaleza fazem cortejo na Praia de Iracema

Para se despedir de 2017 e dar as boas-vindas a 2018, nações de Maracatu da Capital fizeram um cortejo cultural pelo calçadão da Praia de Iracema

22:03 | 30/12/2017
NULL
NULL

 [FOTO1]

O pôr do sol na Praia de Iracema ficou ainda mais bonito neste sábado, 30, com o último cortejo de Maracatus do ano. Para se despedir de 2017 e dar as boas-vindas a 2018, Maracatu Solar, Vozes da África, Az de Ouro, Rei Zumbi, Nação Pici, Nação Palmares e Nação Baobab se reuniram em um percurso do Estoril até o Centro Cultural Belchior, onde aconteceu a coroação das rainhas.

[SAIBAMAIS] 

O calçadão foi se enchendo aos poucos com os estandartes, as caras pintadas de negro, os reis e rainhas e as calungas dos grupos que ali desfilaram. As cores e o batuque logo atraíram a atenção das pessoas que por lá passavam e paravam para tirar fotos com os grupos ou apenas admirar a beleza do espetáculo.

Há três anos, Roberto Farias, 50, participa do Az de Ouro. Desfilando como princesa, ele conta que ainda na infância a mãe o levava para ver apresentações na Avenida Duque de Caxias. “O Maracatu tem uma força muito grande. Para quem nunca foi e entra a primeira vez, quando dá esse batuque, essa batida de ferro, é eletrizante, emocionante, você sente na pele aquela força”, declara.

A cabeleireira Malu Sena, 57, foi à Praia só para acompanhar a apresentação. “Eu acho bonito. Faz parte da nossa tradição nordestina. O Maracatu representa os escravos, o sofrimento, o canto de lamento, e eu gosto de participar”. Ela conta que todo ano, no Carnaval, vai para a avenida Domingos Olímpio assistir aos desfiles de Maracatu.

Para a professora Aldiva Sales Diniz, 52, o Maracatu vem da nossa ancestralidade e representa resistência. Ela, que passeava pelo calçadão, ficou surpresa ao ver o cortejo. “Eu adoro o Maracatu. Que coincidência que eu vim exatamente no dia porque geralmente eu não estou aqui (em Fortaleza) neste período do ano. Eu vim aqui e para a minha surpresa boa, agradável, eu encontrei o Maracatu”, afirma.

 

Saiba mais

O Dia do Maracatu é comemorado na data de 25 de março, mesma ocasião em que se celebra a libertação dos escravos no Ceará. No dia 25 de cada mês, um grupo de Maracatu se apresenta em algum lugar da Capital. Desde 2016, o Maracatu de Fortaleza é registrado como Patrimônio Imaterial do Município.

 

Redação O POVO Online 

TAGS