PUBLICIDADE
Notícias

Proposta que dá acesso irrestrito de dados a policiais é rejeitada por 80%

Se aprovada a proposta, policiais militares terão acesso a sistemas de informações sobre cidadão

15:07 | 31/10/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Uma enquete realizada pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) perguntou se os internautas concordam ou não com um projeto de lei que prevê acesso irrestrito das polícias militares a dados pessoais de cidadãos e que tramita atualmente na Câmara dos Deputados. Um total de 150 pessoas foram ouvidas. A informação é do site do TJCE.

Um total de 80%, o equivalente a 120 votos, discordam da proposta. Eles dizem que trata-se de uma invasão de privacidade, ao mesmo tempo que dá excesso de poder aos policiais militares. Para 14%, 21 votos, a medida iria ajudar nas ações de segurança pública. Outros 6%, número que representa nove votos, não têm opinião formada sobre o assunto.

A proposta sugere que policiais militares tenham acesso a sistemas de informações sobre cidadão como o de identificação civil e eleitoral; o de cadastro de pessoa física e outros. Com o número nº 4893/2016, o PL está incluso na pauta de votações da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

 

Redação O POVO Online

TAGS