PUBLICIDADE
Notícias

Estudante de escola pública é classificada para etapa nacional de ginástica rítmica

A aluna Raquel Rebouças, de apenas 11 anos, competiu no etapa regional e se classificou para a nacional do Torneio Brasileiro de Ginástica Rítmica, em Santa Catarina. A disputa acontece em outubro

11:05 | 08/09/2017
NULL
NULL
[FOTO1] 
O esforço de cinco anos de treino trouxe resultados. Ela ainda estava sem acreditar, mas Raquel Rebouças, de 11 anos, aluna de escola pública e moradora da Praia do Futuro, se classificou na etapa nacional no Torneio Regional de Ginástica Rítmica-Nordeste, em Aracaju, em agosto. No próximo dia 17, ela viaja para Chapecó, em Santa Catarina, para disputar o campeonato brasileiro do esporte.
 
A menina foi vice-campeã regional no aparelho bola e, somado ao desempenho na prova de mãos livres, ficou em 5o lugar geral em sua categoria. “Eu me dediquei muito e estou muito feliz”, resume. Aluna do 6º ano da Escola Municipal Dom Aloísio Lorscheider, na Praia do Futuro, ela garante que não descuida dos estudos para competir.
 
Raquel participa do Projeto Sonho em Movimento, orientadas e acompanhadas pela professora de Educação Física Jordana Carneiro. A mãe de Raquel, a dona de casa Francisca das Chagas Rebouças, 33, diz que acredita na determinação da filha e que é só orgulho pela menina. Raquel é a filha mais nova de cinco irmãos. “Ela chega do colégio às 11 (horas), almoça e já sai de casa e só volta às 6 (18 horas) do treino. E quando chega, ainda faz os pulos dela no quintal aqui de casa”, conta Francisca.
 
As aulas de ginástica rítimica acontecem todas as tardes, das 13h30 às 17 horas, na própria escola onde a menina estuda e fazem parte do projeto extra curricular, com uma turma de 55 meninas e cinco meninos. A escola tem aulas para iniciantes, para crianças entre 5 e 12 anos. Raquel se destacou e começou a fazer parte da turma para treinamento ainda na infância. 
 
A menina não tem patrocinador. A família divide, com dificuldade, as despesas de passagem e hospedagem de Raquel junto com a treinadora.  “É uma situação difícil, mas ela vai conseguir”, encoraja-se.
 

 
Redação O POVO Online 
TAGS