PUBLICIDADE
Notícias

Trio morre e dois PMs do Cotar são baleados durante confronto

Foram apreendidas uma pistola, dois revólveres e mais de 70 munições

17:46 | 14/08/2017
NULL
NULL

[FOTO1]Durante um confronto no município de Boa Viagem, dois policiais do Comando Tático Rural (Cotar), do Batalhão de Choque, foram baleados. Na ação três homens que estavam no confronto foram mortos. As informações são da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

 De acordo com a nota enviada pela SSPDS, os policiais realizavam levantamentos acerca de um roubo no dia anterior, em Pedra Branca, então se depararam com um veículo, em Boa Viagem. As pessoas do carro não obedeceram a ordem de parada.

 "Os criminosos não respeitaram o pedido de parada e e atiraram contra os agentes, que revidaram. Durante a troca de tiros, um suspeito caiu morto ao solo e uma pistola foi apreendida. Os outros homens correram em direção a uma casa e continuaram atirando. Após o cessar fogo, dois suspeitos foram encontrados mortos no imóvel", diz a nota da SSPDS.

No local foram apreendidos dois revólveres, 19 munições calibre 9 milimetros, 53 munições de calibre .40 e R$ 5.565 em espécie. Os corpos foram encaminhados a sede da Perícia Forense de Canindé, onde os homens foram identificados como Cristiano Oliveira do Nascimento, Witalo Gomes Maciel, João Rosendo de Olveira Neto. Um quarto suspeito fugiu e é procurado, conforme a Secretaria da Segurança.

 

PMs  


O POVO apurou que os PMs do Cotar não receberam atendimento aéreo e que precisaram passar por dois hospitais no Interior, antes de chegar ao Instituto Doutor José Frota (IJF). Um dos policiais foi atingido na coxa e o tiro transfixou em um músculo. Ele foi atendido, medicado e liberado nesta segunda-feira, 14.

 Já o outro policial baleado no joelho e o tiro atingiu uma artéria, ele recebeu os primeiros socorros pelos colegas de trabalho e em seguida passou pelos hospitais. Ele segue internado, passou por cirurgia e está em recuperação.

 

Pacajus

  

[FOTO2]No último sábado, 12, informes de que um grupo armado realizaria um resgate na cadeia pública de Pacajus, fez com que policiais militares do Comando Tático Motorizado (Cotam) realizassem uma operação que resultou em seis presos, dois mortos e um arsenal.

 

Entre as armas um fuzil AK-47 calibre 762, três espingardas calibre 12, três pistolas calibres 380, sete coletes balísticos, uma espada Samurai, mais de 162 munições, faca, balaclavas e veículos.  

TAGS