PUBLICIDADE
Notícias

Câmera de segurança grava execução de homem no bairro Padre Andrade

Conforme a Polícia Civil, delito pode ter sido motivado pelo tráfico de drogas

18:06 | 20/07/2017
Vídeo mostra dois criminosos atirando no ciclista
Vídeo mostra dois criminosos atirando no ciclista
[FOTO1]Um homem foi executado na tarde dessa quarta-feira, 19, no bairro Padre Andrade, em Fortaleza. O homicídio foi gravado por uma câmera de segurança da rua Senador Álvaro Adolfo, onde se deu a ocorrência, às 12h25min. As imagens mostram um ciclista sendo abordado por outros dois homens que saem de um veículo de cor cinza. Equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) realizaram os primeiros procedimentos no local.

O vídeo mostra que o ciclista deixa a bicicleta na rua ao perceber a abordagem e corre. Os dois criminosos seguem atirando. É possível ver o desespero da vítima, que chega a cair na calçada. Um dos atiradores estava de boné. Durante a ação, é possível ver pedestres que correm ao perceber os disparos.
 
Na tarde dessa quarta, O POVO Online contatou a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) que disse não haver registro de ocorrência do caso citado. Nesta quinta-feira, 20, a Polícia Civil informou, por meio de nota, que "realiza investigações visando elucidar o homicídio de José Moises Alves de Andrade (32), ocorrido na tarde de ontem (19), no bairro Padre Andrade, em Fortaleza".

De acordo com a nota enviada nesta quinta-feira, 20, pela SSPDS, José respondia por tráfico de drogas, tendo sido encontrado pela Polícia papelotes de cocaína no bolso. "As investigações estão em curso e existem indícios de o delito ser motivado pelo tráfico de drogas", conclui a nota.
 
Também na tarde da última quarta, primeiros relatos sobre o caso davam conta de que a ocorrência teria acontecido em Maracanaú, município da Região Metropolitana de Fortaleza. O POVO Online contatou o comandante da área do Maracanaú, coronel Océlio Alves, que confirmou a ocorrência. Segundo o oficial, as Polícias Civil e Militar seguiram em diligência para encontrar os autores do homicídio. Océlio Alves disse que teve acesso ao vídeo divulgado nas redes sociais que mostra toda a ação criminosa. 

Redação O POVO Online
TAGS