PUBLICIDADE
Notícias

Marcha para Jesus promove momentos de oração por Fortaleza

Milhares de cristãos evangélicos se uniram em percurso até o Aterro, onde programação seguiu com shows e pregações

17:59 | 03/06/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

Em três paradas pelo percurso, os momentos de oração dos participantes da Marcha para Jesus se voltaram em preces por melhores condições para os habitantes de Fortaleza. Segurança, cultura e saúde foram alguns dos temas trazidos pelas lideranças evangélicas que conduziram as orações. Com a caminhada de milhares de fiéis, a marcha saiu do Centro Cultural Dragão do Mar e seguiu até o Aterro da Praia de Iracema, onde as atividades continuaram em frente ao palco.

A caminhada começou às 16 horas deste sábado, 3, na praça do Dragão do Mar. Pouco a pouco, os participantes iam chegando desde as 15 horas. Entre danças e cantos de louvor, eles seguiram o trio elétrico e alcançaram o calçadão da avenida Beira Mar às 17h15min. No aterro, o evento continuou com atrações musicais, momentos de oração e pregações. Em Fortaleza, a Marcha para Jesus comemora a 24ª edição.  

“É uma declaração de amor à cidade de Fortaleza, às pessoas que vivem em Fortaleza e aos filhos de Deus que acreditam em Jesus Cristo e apregoam que ele é o Senhor da vida deles”, comenta o pastor Sandro Fiúza, vice-presidente da Ordem dos Ministros Evangélicos  do Ceará (Ormece). Para ele, que ajudou a coordenar o evento, os momentos temáticos de oração refletem que o cristão fazem parte da Cidade e devem ter consciência de que a oração também precisa ser acompanhada da ação.

Participando pela primeira vez da Marcha para Jesus, uma das melhores surpresas foi ver os cristãos reunidos para pedir paz e harmonia para a Cidade, comentou o estudante Leonardo Costa, 19. Há seis anos, ele se engajou na Igreja do Evangelho Quadrangular Jardim Iracema 3. Em meio às notícias de guerras de facções e de violência nas ruas, o jovem acredita que a paz é o principal pedido para Fortaleza. “Precisamos estar juntos unidos contra a violência e pedindo a ajuda de Deus”, opinou.

 

TAGS