PUBLICIDADE
Notícias

Fortaleza amplia áreas com velocidade máxima de 30 e 40 km/h

Prefeitura lança intervenções durante a campanha 'Maio Amarelo', que série de atividades visando melhorias na segurança viária da Cidade

21:24 | 08/05/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

A campanha 'Maio Amarelo' foi lançada nesta segunda-feira, 8, pela Prefeitura de Fortaleza, e traz uma série de atividades visando melhorias na segurança viária em diferentes bairros da Cidade. Buscando reduzir acidentes, duas novas regiões da Capital recebem a Área de Trânsito Calmo, com sinalização ostensiva com velocidade máxima de 30 km/h, e as vias Ana Bilhar, Canuto de Aguiar e Padre Antônio Tomás terão velocidade máxima de 40 km/h.

[SAIBAMAIS]
Após o bairro Rodolfo Teófilo, a Cidade 2000 e o entorno do Hospital Infantil Albert Sabin recebem a Área de Trânsito Calmo. Estão previstas intervenções como travessias elevadas e prolongamento de calçadas, além da sinalização indicando velocidade máxima de 30 km/h. De acordo com o secretário executivo de Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Saboia, os resultados na primeira região a receber a ação foram positivos.


"Nossa primeira experiência, no Rodolfo Teófilo, mostrou resultados muito positivos, especialmente para travessia e segurança de pedestres e pessoas com mobilidade reduzida. Também já estudamos avançar com esse tipo de intervenção em outras áreas da cidade", disse.


As ruas Ana Bilhar e Canuto de Aguiar vão receber a instalação de placas de velocidade de 40 km/h, atendendo a orientação do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) sobre a velocidade máxima para vias secundárias ou 'coletoras' (que permitem o acesso e saída das vias arteriais). "Não se trata de uma redução de velocidade, já que essas vias, segundo o CTB já tem a velocidade máxima de 40 km/h, mas sim a implantação de sinalização informando aos condutores sobre o limite de velocidade" explica o superintendente da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), Arcelino Lima.


Já a avenida Padre Antônio Tomás, no trecho situado entre o túnel Dr. Juraci Magalhães e a rua Valdetário Mota, terá a velocidade máxima reduzida de 60 para 40 km/h. O local foi escolhido por se tratar de uma via com alto volume de pedestres e ciclistas.


Ao longo do 'Maio Amarelo', ações educativas serão realizadas por equipes da AMC. As abordagens envolverão todos os atores do trânsito, com orientações sobre a importância do uso do capacete, o cumprimento aos limites de velocidade, os riscos de conduzir após a ingestão de álcool e a utilização das faixas de pedestres e ciclofaixas.


Redução de acidentes


O lançamento da campanha foi marcada também pela divulgação do número de vítimas fatais no primeiro semestre de 2016 em decorrência de acidentes nas vias de Fortaleza, com 126 mortes. Houve uma redução de 13,1% em relação ao mesmo período do ano de 2015, quando 145 morreram, de acordo com o Anuário de Acidentes de Trânsito de Fortaleza (2015).


Os usuários mais afetados pelas colisões são os pedestres e os motociclistas. Em boa parte dos registros, a velocidade é apontada como um dos principais fatores de risco.

TAGS