PUBLICIDADE
Notícias

Preços de produtos têm variação de até 296% nos supermercados de Fortaleza, mostra pesquisa

A maior variação ficou por conta do quilo do tomate, que pode ser encontrado nos supermercados de Fortaleza entre R$ 1,89 a 7,49; veja dicas de como economizar

16:10 | 27/04/2017
NULL
NULL

[FOTO1] Pesquisa realizada pelo Procon Fortaleza aponta uma variação acima de 100% no preço de alimentos como tomate, batata, laranja, cebola, alho e cenoura, em supermercados da Capital, conforme divulgado nesta quinta-feira, 27. 

 

A maior variação foi no quilo do tomate, que pode ser encontrado entre R$ 1,89 a 7,49, uma variação de 296,30%. Já a batata pode ser comprada de R$ 1,88 a R$ 5,28, também o quilo, o que representa 180,85% de diferença.

 

A laranja, cebola, alho, e cenoura também tiveram diferenças de até 152%. No total, foram pesquisados 47 itens entre os dias 20 e 21 de abril, incluindo alimentação, higiene pessoal, limpeza doméstica e produtos infantis.

 

Veja maiores variações:

 

PRODUTO (kG) MENOR (R$) MAIOR (R$) VARIAÇÃO (%)


Tomate: R$ 1,89  R$ 7,49  296,30%


Batata: R$ 1,88  R$ 5,28  180,85%


Laranja: R$ 1,94  R$ 4,89  152,06%


Cebola: R$ 1,49  R$ 3,68  146,98%


Alho: R$ 19,58  R$ 43,90  124,21%


Cenoura: R$ 1,89  R$ 3,98  110,58% 

 

A pesquisa do Procon Fortaleza leva em consideração preços de produtos da mesma marca e mesmo peso, mantendo uma padronização das análises. Confira todos os preços no link: https://goo.gl/WwDJPN


Dicas para economizar



- Faça uma lista do que realmente precisa comprar;


- Avalie e faça as contas com as despesas mensais, como mensalidades escolares, impostos parcelados e outros;


- Pesquise os preços em encartes distribuídos em jornais, bancas, locais de circulação de pessoas ou no próprio estabelecimento;


- Compare preços e marcas, lendo rótulos dos alimentos e verificando a data de validade;


- Evite realizar as compras com fome ou acompanhado de crianças;


- Opte por preços de marcas mais em conta, avaliando a qualidade;

 

- Alimentos congelados devem ser colocados por último no carrinho para evitar estragos.

 

De acordo com a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, o consumidor deve exigir a oferta anunciada. "É importante guardar encartes publicitários para eventuais cobranças divergentes das anunciadas". A Diretora lembra que o consumidor sempre paga o menor preço, quando houver preço diferente da prateleira com o valor registrado no caixa.

 

 

Redação O POVO Online

TAGS