PUBLICIDADE
Notícias

SSPDS realiza buscas para achar criança desaparecida na av. Raul Barbosa

A criança estava brincando na calçada e não foi mais achada pela mãe, por volta das 20 horas. Cães farejadores e helicóptero da Ciopaer foram acionados para as buscas

09:00 | 28/03/2017
NULL
NULL

Atualizada às 11h35min

[FOTO1] 

Uma menina de quatro anos desapareceu na noite dessa segunda-feira, 27, na avenida Raul Barbosa, no bairro Aerolândia. A família busca informações de Débora, que teria sido levada por um homem, de acordo com vizinhos.

A Secretaria da Segurança Públixa e Defesa Social (SSPDS) mobilizou a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) e cães farejadores para as buscas.

A criança estava brincando na calçada com um menino e não foi mais achada pela mãe, por volta das 20 horas. O helicóptero da Ciopaer foi acionado às 00h10min, de acordo com o tenente-coronel Marcus Costa, relações públicas da Coordenadoria.

"As buscas foram realizadas até a madrugada, mas nem a criança nem o adulto suspeito foram achados. A aeronave foi reabastecida, e já vamos retomar as buscas hoje de manhã", disse ao O POVO Online.

O proprietário de uma oficina da área, Erenildo Caetano, contou ao O POVO que sua esposa viu Débora brincando com outra criança e, depois, sendo levada por um homem. O homem usava um boné e teria descido até o viaduto com a menina. Há boatos de que esse suspeito não teria um dos braços, mas a informação não foi confirmada.

Um Boletim de Ocorrência (B. O) sobre o desaparecimento foi registrado na manhã desta terça-feira, 28, no 13º Distrito Policial.  A mãe da criança, Daniele de Oliveira Santos, informou que ainda vai à Divisão Antissequestro (DAS) por causa das informações de vizinhos sobre esse suspeito.
“Ela [Débora] estava brincando em frente à nossa casa, dei até um danone a ela, fui na cozinha e quando voltei ela não estava mais lá. Procurei na casa dos coleguinhas, na minha tia que ela sempre ia e nada”, lamentou.

A SSPDS informou ao O POVO que as forças de Segurança estão empenhadas em localizar a menina. Em nota, a secretaria diz que a busca conta com equipes do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), da Companhia de Policiamento com Cães (CPCães) do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), e do Policiamento Ostensivo Geral e do Ronda da área; além de bombeiros da Seção de Buscas e Resgates de Salvamento com Cães e da guarnição de Salvamentos 01; e servidores da Ciopaer, que realizam sobrevoos na região. As investigações sobre o caso estão a cargo do Departamento de Inteligência Policial (DIP) da Polícia Civil.
 

Com informações  do repórter Igor Cavalcante

TAGS