PUBLICIDADE
Fortaleza
NOVA GESTÃO

Secultfor anuncia nova diretoria da Vila das Artes

A secretaria anunciou, também, que não haverá corte de cargos no equipamento

20:39 | 03/02/2017

Após afirmar na tarde desta quinta-feira, 2, ao O POVO Online, que buscava uma gestão com experiência em cultura e administração pública para comandar a Vila das Artes, o secretário de cultura de Fortaleza, Evaldo Lima, anunciou nesta sexta-feira, 3, a nova diretoria do equipamento.

A diretora geral da Vila das Artes será a gestora cultural Eliza Gunther. A coordenação da Escola Pública de Dança de Fortaleza terá à frente o professor e coreógrafo Gilano Andrade. Já a Escola Pública de Audiovisual, contará com a gestão do professor de cinema, diretor cinematográfico e jornalista Nirton Venâncio.

A Secultfor anunciou, também, que não haverá corte de cargos na Vila das Artes, mesmo em um momento de redução de custeio na administração pública municipal, por entender que o equipamento possui grande importância para a arte e cultura da capital cearense.

Escolas de Teatro e Circo

Além de fortalecer as Escolas de Audiovisual, Dança e Cultura Digital, a Secultfor promete implantar uma Escola de Teatro e uma Escola de Circo.

A coordenação da Escola de Teatro ficará a cargo da atriz e diretora Graça Freitas, formada pelo Colégio de Direção Teatral do Instituto Dragão do Mar e com Licenciatura em História pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Já a Escola de Circo terá à frente o ator e circense Breno Moroni, um dos fundadores e Diretor do Circo Voador no Rio de Janeiro e um dos criadores do Teatro-Circo no Brasil.

Conheça a nova diretoria da Vila das Artes

De acordo com a Secultfor, serão conselheiros: Manoel Rangel (Presidente da Ancine), Rosenberg Cariry (Cineasta); Flávio Sampaio (Professor, coreografo e pesquisador de dança); Gilmar de Carvalho (jornalista, escritor e pesquisador na área da cultura); Paulo Ess (Professor, ator e diretor).

Também estão relacionados para contribuir para a construção do projeto pedagógico da Vila das Artes a coreografa Dora Andrade (Diretora da Edisca); Dodora Guimarães (pesquisadora, curadora das artes visuais e produtora); Romeu Duarte (Arquiteto), Neuma Figueiredo (Arquiteta), Paulo Linhares (Presidente do Instituto de Arte e Cultura do Ceará), Gylmar Chaves (Escritor), Fausto Nilo (Arquiteto e compositor), Humberto Cunha (Professor e pesquisador de direitos culturais), Preto Zezé (presidente nacional da Central Única de Favelas – Cufa Global), além de representantes da Secretaria Municipal de Educação (SME), Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc) e da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova).

Redação O POVO Online